Templos religiosos se tornam alvo de ladrões

Templos religiosos se tornam alvo de ladrões

Atualizado: Quarta-feira, 15 Setembro de 2010 as 10:26

Uma onda de ataques a templos evangélicos em vários pontos do Rio jogou por terra a velha máxima de que bandidos respeitam os locais sagrados. Já há registros de assaltos a templos na Zona Oeste, na Baixada Fluminense e, mais recentemente, em Niterói. A maior parte dos ataques ocorre de manhã, no momento de cultos festivos, quando as congregações recebem centenas de fiéis.

Foi o que ocorreu no domingo passado, quando três homens armados levaram cerca de R$ 15 mil do Centro Evangelístico Internacional (CEI) , em Niterói. O assalto foi anunciado no momento em que os obreiros recolhiam os dízimos na igreja, que fica a 200 metros da 77ª DP (Icaraí). Em 8 de agosto, três assaltantes abordaram os diáconos da Primeira Igreja Batista de Niterói, no mesmo momento de celebração do culto. Havia cerca de mil pessoas no local. Cerca de R$ 40 mil foram roubados. Temerosas, as igrejas têm contratado serviços de empresas de segurança particular. É o caso da Igreja Plena, também em Icaraí. De acordo com o pastor Fabrini Viguier, a congregação recebe cerca de 700 pessoas em cada um dos dois cultos de domingo. Muitos dos frequentadores são juízes, promotores, defensores públicos e policiais federais.

- Contratamos esse serviço, a princípio, para coibir os roubos de carros na nossa rua no momento dos cultos. Deu resultado e agora utilizamos esse serviço para monitorar a segurança de nossos fiéis - disse o pastor.

Líderes poderão pedir maior patrulhamento

Ele não esconde que esses seguranças andam armados e estão prontos para reagir. O pastor ainda pretende se reunir com outros líderes de igrejas locais e cobrar do comandante do 12º BPM (Niterói), tenente-coronel Ruy Sérgio França de Oliveira, o aumento do patrulhamento nas áreas dos templos durante os cultos.

O pastor Douglas de Freitas, do CEI, disse que a igreja estuda seguir o mesmo caminho.

- No ano passado, um de nossos funcionários foi baleado e morto por dois assaltantes numa motocicleta, no estacionamento da igreja, quando saía para levar ao banco o dinheiro arrecadado no culto - contou o pastor.

Embora algumas das congregações não admitam publicamente, sabe-se que várias igrejas de grande porte já contratam seguranças.

- Igrejas como Universal do Reino de Deus e templos das Assembleias de Deus correm menor risco de serem assaltados.

Isso por que, embora por lá circule muito dinheiro, os bandidos teriam de enfrentar um batalhão de seguranças armados para acessar o tesouro - disse um especialista nesse tipo de segurança.  

veja também