Tempo de esperar...

Tempo de esperar...

Atualizado: Terça-feira, 27 Agosto de 2013 as 8:30

tempo - esperaEm tempos onde o imediatismo impera, é difícil falar em tempo de esperar. Mais do que nunca, queremos respostas prontas e rápidas para tudo. Ninguém tem mais paciência para esperar, seja no trânsito, na fila, no computador ou no restaurante. Saber esperar, porém, é indispensável para quem deseja aprender a viver. 
 
José precisou esperar. Aguardou o que alguns chamam de demora de Deus. Passou pela traição em seu lar, foi humilhado em seu trabalho pela sua obediência a Deus (Gn 39) e até na prisão foi injustiçado (Gn 40.14-15; 23). Passaram-se 13 anos (Gn 37.2; 41.46) até que ele pôde ver sua sorte mudar. Esperou o tempo do Senhor sem revoltas.
 
Deus é soberano e está no controle absoluto de todas as coisas. Ele nunca desperdiça sofrimento. As provas pelas quais passamos são trabalhadas por ele para o nosso bem final.
 
Deus não nos livra de sermos humilhados, mas nos exalta em tempo oportuno. Então, recobre as suas forças, e diga: “Por que estás abatida, ó minha alma? Por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, a ele, meu auxílio e Deus meu”. (Sl 43.5)
 
“[...] Deus me fez próspero na terra da minha aflição.”
Gn 41.52
 
 
- Giuliano Letieri Coccaro
via Cada Dia
 

veja também