“Tenho mais coragem de evangelizar”, diz idoso que quase morreu em local de pregação

Apesar do grave acidente, Seu José de Arimatéa não precisou amputar a perna.

fonte: Guiame

Atualizado: Quarta-feira, 23 Agosto de 2017 as 4:56

Seu José se emocionou ao ver o médico que lhe acompanhou. (Foto: Reprodução).
Seu José se emocionou ao ver o médico que lhe acompanhou. (Foto: Reprodução).

Um idoso de 62 anos quase morreu em um acidente causado pela queda de uma árvore no local onde ele costuma evangelizar. Foi no dia 25 de julho que a vida de seu José de Arimatéa ficou comprometida. Ele passou 22 dias internado e em pelo menos 12 ficou entre a vida e a morte. De acordo com o Dr. Elinaldo, médico do Samu e um dos responsáveis pelo tratamento, explicou condição vital quando seu José chegou ao hospital.

“A perna dele estava esmagada. A coxa dele, não é? O paciente estava hipovolêmico, a pressão dele estava muito baixa. Então, com um trauma desse a gente a gente supõe que o paciente perdeu o sangue. Tinha alguns ferimentos, tinha fratura exposta. Realmente era uma situação gravíssima”, ressaltou Elinaldo em entrevista para a TV Manaíra.

“Eu só me lembro que eu estava debaixo de um pé de árvore conversando com um amigo. Aí ele disse assim: ‘A árvore vem caindo’. Quando ele disse isso eu já estava com o pé preso. A partir dali, a última coisa que eu fiz foi orar a Deus. Dizendo que se fosse da vontade Dele que me tirasse dali. que eu saísse. E se não fosse, que ele usasse alguém para me salvar”.

Perseverança

Mesmo de férias, Dr. Elionaldo não deixou de visitar seu José em casa para acompanhar sua recuperação. “Quando eu soube da notícia eu fiquei muito feliz. O senhor não sabe, mas eu acompanhei o senhor na UTI. Quando o senhor estava lá sedado ia visitá-lo praticamente todos os dias”, ressaltou.

“O que me deu mais coragem é que agora eu vou ter mais coragem de evangelizar. Porque naquele canto que eu estava era um lugar que eu sempre evangelizava. Lia versículos para as pessoas,. eu dava versículos. Mas, eu não vou deixar de seguir ao meu Deus e testemunhar dele não. Pode ser onde quer que seja. E pode acontecer o que acontecer, mas eu nunca vou desistir Dele”, finalizou.

Confira a reportagem na íntegra:

veja também