Tetraplégico após acidente, professor crê na cura ao tempo de Deus

Tetraplégico após acidente, professor acredita na cura ao tempo de Deus

Atualizado: Quarta-feira, 7 Agosto de 2013 as 3:43

Renato MeccaNo começo do ano, o professor de educação física Renato Cordeiro Mecca, de 33 anos, sofreu um acidente de moto que quase lhe tirou a vida na Indonésia e interrompeu uma carreira profissional de sete anos fora do país.
 
A colisão com um caminhão o deixou tetraplégico e, por enquanto, ele abre mão de traçar planos enquanto sonha em se curar.
 
Atualmente em Ribeirão Preto (SP), o professor de educação física de São Carlos (SP) tem uma rotina diária marcada por sessões de fisioterapia e de câmara hiperbárica – procedimento com oxigênio pressurizado que tem auxiliado na cura de feridas internas provocadas pelo acidente. O progresso é necessário para o próximo passo em sua recuperação, um tratamento mais focado na reabilitação motora que deve ser feito em hospitais de São Paulo ou Brasília (DF).
 
Ele já superou as expectativas de alguns médicos na recuperação. Abandonou a traqueostomia e recuperou o controle integral do diafragma, que o permite respirar; e também recobrou os movimentos do músculo do braço esquerdo.
 
Embora ainda não tenha previsão de voltar a andar, Mecca mostra convicção em quem confia. “A gente acredita em Deus e sabe que tem uma razão bem plausível para o que aconteceu. É uma forma de a gente não se desesperar, de não ficar se martirizando.”
 
O 'tempo de Deus' para a cura é citado pelo professor, que foi bem ensinado pelos pais.
 
 
com informações do G1
 

veja também