Titular da Cultura, João Malheiros é alvo de inquérito por destinar R$ 193 mil à Assembleia de Deus

Em MT, Secretário é investigado por favorecer igreja

Atualizado: Quarta-feira, 25 Abril de 2012 as 10:46

Ministério Público Estadual do Mato Grosso investigará o secretário de Estado de Cultura, deputado estadual licenciado João Malheiros (PR) por repasse recursos públicos, da ordem de R$ 193 mil, à Igreja Evangélica Assembleia de Deus de Cuiabá. 

Segundo o inquérito instaurado pelo promotor Célio Fúrio, Malheiros utilizou recursos do próprio orçamento da pasta, segundo informações do sistema Fiplan, e não do Fundo Estadual de Fomento à Cultura para beneficiar a igreja, na realização do evento “Projeto Cultural e Histórico do Centenário das Assembleias de Deus”. 

Conforme publicado no Cenário MT, também é alvo da investigação o pastor José Fernandes Correa Noleto, presidente da convenção regional dos ministros evangélicos das Assembleias de Deus (Cormead/MT).

Além da irregularidade da fonte do recurso para financiar o evento evangélico, para o promotor Célio Fúrio, não há, a princípio, nenhum interesse público que justifique o patrocínio público do evento evangélico.

veja também