Três pastores protestantes são detidos e interrogados em Cuba

Três pastores protestantes são detidos e interrogados em Cuba

Atualizado: Sexta-feira, 6 Maio de 2011 as 8:34

Três pastores protestantes foram presos e interrogados pelos agentes de segurança cubanos no último final de semana. Os pastores são afiliados ao Movimento Apostólico, uma rede de igrejas que tem sofrido muita pressão do governo cubano nos últimos anos.

No sábado, 30 de abril, os pastores Benito Rodríguez e Bárbara Guzmán foram levados por um grupo de agentes da segurança do Estado e oficiais do partido comunista. Os dois foram levados para a delegacia de Palma em Camaguey, onde ficaram detidos por duas horas. Durante esse período os pastores foram interrogados e pressionados a acabarem com os cultos em suas residências.

No domingo, 1º de maio, um culto dirigido pelos dois pastores foi interrompido pelo senhor Etael, diretor do Escritório de Assuntos Religiosos no Ministério da Justiça. Etael, que também estava presente no momento em que eles foram detidos, emitiu um mandado para que os pastores se apresentassem ao Ministério da Justiça no dia 6 de maio.

Após receber uma visita de Etael, o pastor Bernardo de Quesada Salomón foi detido após deixar sua casa por volta de 12h. ele foi levado a uma delegacia da província, onde sofreu ameaças para deixar seu ministério pastoral.

veja também