Tucanos acertam estratégia pró- Serra com evangélicos

Tucanos acertam estratégia pró- Serra com evangélicos

Atualizado: Sexta-feira, 8 Outubro de 2010 as 9:02

Escalado pelo presidenciável José Serra (PSDB) para articular apoios entre o eleitorado evangélico, o deputado federal e candidato a vice, Indio da Costa (DEM-RJ), reuniu-se nesta quinta-feira com líderes religiosos para acertar o discurso a ser difundido por igrejas em vários estados, em favor do candidato tucano.

Cerca de 30 pastores deixaram o encontro no comitê da campanha, em São Paulo, com o compromisso de realizar reuniões em suas congregações, que visam a associar a presidenciável Dilma Rousseff (PT) a valores condenados pela igreja, além de recomendar o voto no tucano neste segundo turno.

A tática do medo é o principal trunfo dos tucanos. O Plano Nacional de Direitos Humanos (PNDH-3), especificamente os tópicos sobre aborto e homossexualismo, será o alicerce da mensagem a ser repassada ao público evangélico.

Além de conquistar o eleitor que votou na candidata derrotada Marina Silva (PV), seguidora da Assembleia de Deus, há uma avaliação na campanha tucana de que Dilma obteve no primeiro turno um apoio expressivo dos evangélicos.

- Conseguimos uma virada no primeiro turno e não queremos que essa onda cristã seja interrompida. Existem muitos católicos e evangélicos que votaram na outra candidata e ainda não perceberam o risco que correm. Vamos alcançar agora esse eleitorado que está com ela - afirmou o deputado Arolde de Oliveira (DEM-RJ), que participou da reunião convocada por Indio e é um dos colaboradores de Serra na cruzada pelo voto dos cristãos.  

veja também