Turquemenistão prendeu e acusou pastor de ser viciado em drogas

Turquemenistão prendeu e acusou pastor de ser viciado em drogas

Atualizado: Segunda-feira, 25 Outubro de 2010 as 8:41

O Turquemenistão prendeu mais um cristão de “consciência”, segundo o Forum 18 News Service. O Pastor protestante Ilmurad Nurliev foi preso ontem, 21 de outubro, e condenado a quatro anos e é provável seja enviado para o campo de trabalho Seydi onde houve alegações de uso de psicotrópicos.

Sua esposa, Maya Nurlieva e os membros da igreja insistem que as acusações foram fabricadas para puni-lo por sua atividade religiosa.

O Juiz Agajan Akjaev decidiu que ele vai cumprir a sua pena no campo de trabalho em Seydi. "O tribunal também determinou que Ilmurad é um viciado em drogas e ordenou tratamento forçado", afirmou a esposa Maya Nurlieva. "Isso é injusto".

Nurlieva disse que o marido, a quem ela não tinha visto desde que foi preso, há dois meses, parecia “muito, muito pálido e magro". Ela disse que ele foi cercado no julgamento pelo Ministério da Segurança do Estado (MSS), agentes da polícia secreta, que a impedia de se aproximar de seu marido. "Eles não permitiram sequer que ele me beijasse", reclamou ela. A sentença do julgamento terminou no final da tarde e o Fórum 18 não conseguiu falar com os funcionários do tribunal.

veja também