União Europeia defende liberdade religiosa em diálogo com Paquistão

União Europeia defende liberdade religiosa em diálogo com Paquistão

Atualizado: Terça-feira, 25 Maio de 2010 as 4:15

A associação Christian Solidarity Worldwide (CSW) alegrou-se com uma resolução sobre a liberdade religiosa no Paquistão, anunciada na semana passada pelo Parlamento Europeu.

Ao mesmo tempo em que demonstra apoio ao governo do Paquistão, em seus esforços para melhorar a situação das minorias religiosas, a resolução pede a revisão e a emenda das leis de blasfêmia, dizendo que elas são "normalmente utilizadas para justificar a censura, criminalização, perseguição e o assassinato de membros de minorias políticas, raciais e religiosas".

A resolução também pede que o Conselho da União Europeia "inclua a questão da tolerância religiosa em seu diálogo contra o terrorismo no Paquistão", dizendo que essa ação é "de extrema importância na luta em longo prazo contra o extremismo religioso".

Stuart Windsor, diretor nacional da CSW, diz: "O atual governo do Paquistão tomou alguns passos concretos para proteger as minorias religiosas, mas a intolerância tem raízes muito profundas e há muito a ser feito. Somos gratos pelo fato de que essa resolução reconhece a necessidade de incluir a liberdade religiosa no centro do diálogo entre a Eunião Europeia e o Paquistão".

veja também