A única forma de tratar bem o coração é por meio da Palavra de Deus

Trate bem o coração com a Palavra de Deus

Atualizado: Terça-feira, 5 Março de 2013 as 9:48

 

Leitura Bíblica: Salmo 119.111-114
 
Bem-aventurados os puros de coração, pois verão a Deus (Mt 5.8).
 
Precisamos cuidar bem do coração, já que é um órgão de máxima importância, que bombeia o sangue pelo nosso corpo. Para evitar problemas cardíacos, precisamos principalmente deixar o que causa mal a ele. Os três principais malefícios para o coração são sedentarismo, estresse e má alimentação. Mas, ao contrário do que muitos pensam, os problemas cardíacos podem atingir pessoas de qualquer idade, inclusive adolescentes. É por isso que todas as pessoas, de qualquer idade, devem realizar periodicamente exames de avaliação cardíaca.
 
coraçãoO coração é tão importante que seu nome se tornou sinônimo de intelecto, sentimento, vontade, consciência. É nesse sentido que a Bíblia fala dele e diz que devemos tratá?lo bem, pois de lá procedem as fontes de vida. Do coração também procedem os adultérios, furtos, blasfêmias e demais maldades. Ele pode nos enganar e se tornar endurecido e corrupto se não for cuidado por Deus. Em nosso texto, o salmista diz que se dispôs a cumprir até o fim os decretos de Deus. Ele fez dos caminhos do Senhor a alegria de seu coração.
 
Podemos viver como ele quando buscamos a Deus e nos entregamos às suas mãos. O cuidado de Deus com a nossa vida é tão grande que ele até faz um transplante em nós, dando?nos um novo coração. Tira o coração “de pedra”, endurecido e somente disposto a fazer o que é mau, e coloca no lugar um coração “de carne”, vivo, que aprende a temer o seu nome, a amá?lo e a andar nos seus caminhos. Um coração disposto a obedecer.
 
A única forma de tratar bem o coração é por meio da Palavra de Deus. O médico é Deus. O remédio e alimento, sua Palavra. O exercício constante é meditar nos seus mandamentos e praticás?los. Sem tratamento caminhamos para a morte, mas Deus é capaz de transformar nosso coração – basta nos entregarmos a ele em confissão e arrependimento. Afinal, ele nos diz: “Filho meu, dá?me
o teu coração”. – HSG
 

veja também