UNIPAR realiza momento de louvor

UNIPAR realiza momento de louvor

Atualizado: Sexta-feira, 28 Maio de 2010 as 10

"Feliz é o homem que confia no Senhor dos Exércitos". Foi com este ensinamento que o pastor Cleber Riboli, da Igreja Presbiteriana Independente, deu início ao encontro de edificação, louvor e oração que envolveu funcionários, professores e acadêmicos da Universidade Paranaense - UNIPAR.

Realizada no anfiteatro do Campus de Cascavel, a reflexão teve como tema "Juventude: Constante Desafio". O pastor destacou três importantes desafios. Dois deles relacionados à espiritualidade e à religiosidade, que independem da crença: "Este é um momento ímpar na nossa vida e na vida desta Universidade".

Outro desafio que deve ser superado é a barreira do preconceito, que gera conflito e baixo autoestima. "Sair do natural para o espiritual é difícil, devido ao sistema competitivo", destacou, frisando que é possível vencer estes e outros desafios, seguindo os ensinamentos de Cristo: "Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará - João 8:32".

Como exemplo, o pastor lembrou a história da samaritana, que se isolou por medo das críticas e julgamentos. Sozinha foi buscar água no poço e lá encontrou Jesus. O Senhor mostrou à mulher que todos podem vencer as muralhas em Cristo Jesus e andar de cabeça erguida. "Jesus é pessoal e temos experiência com Ele onde menos se espera", afirmou.

Na oração, o pastor enalteceu que chegou a hora em que os verdadeiros adoraram o Senhor em espírito e em verdade. O Pr Cleber também destacou que não se deve falar de religião, mas do amor de Cristo, do amor entre os casais e do olhar de um jovem.

"Acredito que somos formados por corpo (carne), alma (sentimentos) e espírito (forma de chegar a Deus)", disse, incentivando a todos a cultivar a espiritualidade e a disciplina para ser reconhecido como filho Dele. E complementou: "Para vencer as batalhas é preciso aprender adorar o Senhor, contemplar a grandeza de suas criações, expressar gratidão ao próximo e anunciar".

A diretora do Campus prestigiou o encontro: "É o momento de parar, orar, pensar nossa prática e, principalmente, de ficar claro que o universo do conhecimento perpassa pelos caminhos de se chegar a Deus".

veja também