Valdemiro Santiago pode pagar R$ 200 mil por promover candidato a senador

Valdemiro Santiago pode ser multado por apoiar político

Atualizado: Quinta-feira, 3 Maio de 2012 as 8:43

Ivo Cassol (PP-RO) é senador e atualmente cumpre seu mandato.

O político esteve, em 2010, no Espaço Alternativo de Rolim de Moura, em um evento da Igreja Mundial do Poder de Deus.

Na ocasião, o apóstolo Valdemiro Santigo, líder da denominação, teria apresentado o então candidato Ivo Cassol como representante da “obra de Deus” o que para o Procuradoria Regional Eleitoral de Rondônia (PRE/RO) é uma propaganda eleitoral não permitida pela Justiça.

Valdemiro pode ser multado em R$ 200 mil por ter apoiado o candidato a senador.

Leia também:

Megatemplos aumentam o faturamento de construtoras pelo país

Quanto menos desenvolvido é o país mais se acredita em Deus


O evento foi transmitido por TV e internet e para a Promotira Eleitoral ele serviu para promover candidatos.

O procurador regional eleitoral, Heitor Soares, caracteriza a situação como grave porque “baseada no argumento da fé religiosa, da crença das pessoas, abusou-se do poder de autoridade religiosa e da própria liberdade religiosa, garantida constitucionalmente, em prol de candidatos.

Ivo Cassol pode ser cassado e ficar inelegível por oito anos. O processo está em fase final e deve ter uma sentença até o primeiros dias de maio.


com informações do folhagospel

veja também