Vereadora petista diz que Evo Morales foi derrubado pelo 'narcopentecostalismo'

As declarações da vereadora Larissa Gaspar provocaram respostas de parlamentares evangélicos e pastores do Ceará.

fonte: Guiame, com informações da ORMECE

Atualizado: Sexta-feira, 22 Novembro de 2019 as 12:14

Larissa Gaspar é vereadora pelo PT em Fortaleza. (Foto: Câmara Municipal de Fortaleza)
Larissa Gaspar é vereadora pelo PT em Fortaleza. (Foto: Câmara Municipal de Fortaleza)

Na última quinta-feira (21), a vereadora evangélica cearense Priscila Costa se pronunciou publicamente em repúdio à declaração recente da vereadora petista Larissa Gaspar, que afirmou que o ex-presidente boliviano Evo Morales foi derrubado por um movimento de 'narcopentecostalismo'.

Larissa Gaspar comparou os pastores evangélicos bolivianos a traficantes de drogas e os acusou de "se aproveitarem da fé das pessoas para impor e praticar a violência". Priscila Costa se pronunciou publicamente na tribuna da câmara de vereadores de Fortaleza, repudiando as declarações da vereadora petista, como mostra o vídeo abaixo:

"Sem apresentar NENHUMA evidencia, vereadora do PT, associa suposto terrorismo e violência da Bolívia com movimento pentecostal do país! Na tribuna explico a perseguição que nossos irmãos cristão enfrentam debaixo da Ditadura de Evo Morales e peço explicações e comprovações do que a Vereadora estava afirmando. Até agora estamos sem respostas! (Além de termos que trabalhar pelos problemas de Fortaleza, a esquerda ainda nos demanda o trabalho de ter que rebater cada um de duas desonestas acusações)", escreveu Priscila ao compartilhar o vídeo com seu discurso na tribuna e mostrando a declaração de Larissa em questão.

Além da declaração oficial de repúdio proferida pela vereadora evangélica, a Ordem de Ministros Evangélicos do Ceará (ORMECE) também emitiu uma nota oficial, repudiando as palavras de Larissa Gaspar.

"As ofensas promovidas pela parlamentar atingem frontalmente normas constitucionais que protegem a honra coletiva e a liberdade de consciência e de expressão religiosa", diz parte da nota emitida pela ormece, que pode ser conferida na íntegra, nas imagens abaixo:

 

veja também