"Vida plena nós só encontramos no Evangelho" diz pastor Carlos Novaes

"Vida plena nós só encontramos no Evangelho" diz pastor Carlos Novaes

Atualizado: Quarta-feira, 26 Janeiro de 2011 as 4:12

Um dos pontos altos da 91ª Assembleia da Convenção Batista Brasileira (CBB), que acontece entre os dias 21 e 25 de janeiro em Niterói (RJ), são os estudos bíblicos proferidos pelo pastor Carlos Novaes nas manhãs do evento.

No segundo dia da Assembleia, o pregador lançou aos convencionais um desafio, de que os mesmos continuem a pregar o Evangelho, pois só ele pode transformar o ser humano.

E também afirmou que vida plena só pode ser encontrada no Evangelho. “Nenhum pastor, ou religião, pode fazer pelo ser humano o que o Evangelho faz”, declarou.

A mensagem teve como objetivo tratar do tema “como Paulo descrevia a sociedade em que estava inserido”. Segundo o pastor, a sociedade daquela época era corrupta, mentirosa e vivia distante de Deus, e essa sociedade se aproxima muito da atual.

Na opinião dele, esta sociedade mente e espera que as pessoas acreditem que tudo é normal e aceitável, e que não existe outra maneira de se aproveitar a vida e ser moderno fora dessa normalidade.

O preletor ainda afirmou que as pessoas acabam acreditando nessa propaganda, que aparenta ser de vida, mas que, na verdade, é de morte, isso porque os valores estão corrompidos.

O pastor abordou então três características da sociedade de Paulo que se aproximam da atual.

A primeira característica está relacionada à mente corrompida. E ele afirmou que as pessoas não conseguem deslumbrar a Deus, pois estão cegas e separadas Dele. Os fariseus, por exemplo, estavam tão presos à sombra do Messias que, quando Ele veio, não o viram nem o reconheceram.

A segunda característica apresentada pelo pastor está no fato de a sociedade ter um coração endurecido, o que a impossibilita de crer. Por isso, a sociedade não se constrange e persiste em seus erros.

A  terceira é de uma sociedade que tem ações reprováveis. O pastor alertou os presentes sobre a naturalização do pecado, inclusive por parte dos evangélicos, e continuou afirmando que se dizer evangélico na sociedade atual tem pouco significado, pois falta a eles testemunho, ações e exemplo.

O pastor Novaes terminou a mensagem encorajando a todos para que sejam testemunhos vivos do Evangelho, pois somente o Evangelho transforma o ser humano e, por consequência, a sociedade.

O terceiro e último estudo bíblico acontecerá na manha da próxima terça e discutirá o tema “O que temos aprendido?’', sendo baseado no texto de Efésios 4.17-20.  

veja também