Vídeo produzido por entidade cristã aponta os malefícios das religiões

Vídeo produzido por entidade cristã aponta os malefícios das religiões

Atualizado: Terça-feira, 6 Dezembro de 2011 as 11:20

A jovem artesã Cinthya Martins (foto) disse que "a igreja separa e classifica as pessoas". Para o homossexual e ex-padre Antonio Melo, ela discrimina “pessoas inofensivas” por causa de sua orientação sexual. A advogada Roberta Amorim observou que nem sequer uma igreja respeita a outra.

Essas três pessoas são parte de um total de vinte cujos depoimentos a entidade cristã Intervenção Rio reuniu em um vídeo (ver abaixo).

A entidade se coloca como representante das pessoas de um “contexto pós-moderno”, o que é, nesse caso, um termo vago. De qualquer forma, há entre eles skatistas, advogados e filhos de pastores.

Trata-se da repetição de uma enquete feita em 2009, e não de uma pesquisa de rigor científico. Assim, os depoimentos são uma renovação de um posicionamento crítico a entidade em relação às religiões. Estão colocadas, ali, algumas das questões que têm afastado as pessoas de igrejas e templos, como a de que ninguém precisa de uma crença para ter moral.

O que você pensa sobre a igreja?

    Com informação da Intervenção Rio de Janeiro. Via Paulopes Weblog

veja também