Vídeo seria veiculado em campanha para uso de preservativos no carnaval

Ministério da saúde veta vídeo com cena homossexual

Atualizado: Quinta-feira, 9 Fevereiro de 2012 as 3:24

O Ministério da Saúde determinou que o Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais retirasse da internet na sexta-feira (3) um vídeo com cenas de um casal de homens trocando carinhos.
O vídeo, que faz parte de uma campanha para o uso de preservativos no carnaval, ficou um dia no site do departamento, conforme a assessoria de imprensa.


Em 30 segundos, o vídeo mostra um casal gay abraçado quando ambos percebem que estão sem preservativo. Uma fada aparece com uma camisinha e entrega ao casal. O slogan da campanha é: “Na empolgação pode rolar de tudo. Só não rola sem camisinha”.


De acordo com a assessoria do Ministério da Saúde, o vídeo não foi feito para circulação em TV aberta e nem em internet, mas especificamente para ser exibido em locais fechados e específicos para o público gay, como festas e boates.
“O vídeo não foi vetado, já estava no planejamento que ele iria para ambientes fechados. Acabou indo para o site do Departamento de AIDS por equívoco”, afirmou a assessoria.


Segundo a assessoria, o produto faz parte de um plano de comunicação amplo desenvolvido pelo Ministério da Saúde para a campanha contra a AIDS que antecede o carnaval. O plano conta com ações como distribuição de folders e camisinhas, divulgação em redes sociais e exibição de vídeos institucionais na internet e na televisão. Conforme o ministério, o vídeo que será veiculado em TV aberta ainda não foi lançado.


Nesta quinta (9), A Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT) divulgou carta encaminhada ao Ministério da Saúde que questiona os motivos de um eventual veto ao vídeo.

veja também