A visão de que homens e mulheres são iguais produz frutos ruins, diz John Piper

O pastor avalia que os homens e mulheres foram criados por Deus com atribuições únicas.

fonte: Guiame, com informações de The Christian Post

Atualizado: Segunda-feira, 19 Março de 2018 as 12:18

Imagem ilustrativa. John Piper diz que a visão de que homens e mulheres são iguais produz frutos ruins. (Foto: Reprodução)
Imagem ilustrativa. John Piper diz que a visão de que homens e mulheres são iguais produz frutos ruins. (Foto: Reprodução)

O teólogo John Piper fez um alerta contra a ideia de que homens e mulheres têm o mesmo papel na sociedade moderna. O pastor fez uma avaliação especial sobre as atribuições masculinas, que tem sido assimilada a uma figura de abuso em muitos casos.

Segundo ele, a ideologia de igualdade de gênero “silenciou a ideia de que os homens — em virtude de sua masculinidade dada por Deus — têm responsabilidades especiais para cuidar, proteger e honrar as mulheres. É diferente do cuidado, proteção e honra que as mulheres devem aos homens”, disse ele em seu blog na última sexta-feira (16).

Piper observa que os cristãos e não-cristãos que têm defendido essa ideia alegam que os papéis de homens e mulheres deveriam se basear em competências, mas as diferenças masculinas e femininas criadas por Deus trazem obrigações únicas para cada um. “Creio que os últimos 50 anos negando isso foram sementes que produziram frutos muito ruins”, aponta.

O pastor avalia que a distorção de papéis está enraizada em Gênesis, quando Adão e Eva cometeram seu primeiro pecado. “Adão não conseguiu tomar uma iniciativa e lidar com o diabo, ser o líder e protetor que Deus o havia projetado para ser. Ele falhou tem falhado desde então”, explicou.

Ele reitera que existe um design divino que coloca os homens no papel de protetores. “Nós colocamos a esperança no mito de que as virtudes humanas genéricas, sem atenção às virtudes peculiares exigidas da masculinidade e da feminilidade, seriam suficientes para criar uma bela sociedade de respeito mútuo. Não está funcionando”.

“Os homens precisam ser ensinados, a partir do momento em que são pequenos meninos, que parte da sua masculinidade está em carregar uma responsabilidade especial pelo cuidado, proteção e honra às mulheres apenas porque são homens”, acrescenta Piper.

veja também