Vítima com suspeita de H1N1 não teria tomado vacina por orientação de pastor

Vítima com suspeita de H1N1 não teria tomado vacina por orientação de pastor

Atualizado: Quinta-feira, 20 Maio de 2010 as 3:52

A técnica em enfermagem Marta Gomes, 30 anos, internada com suspeita de H1N1 desde o último dia 16, morreu por volta das 13h20 desta quarta-feira, 19, no Hospital Jaar Andrade, no bairro de Cajazeiras VIII, em Salvador. Apesar de ser uma profissional de saúde, a técnica em enfermagem não havia tomado a vacina contra a gripe A, de acordo com informações da diretora da unidade hospitalar.

Segundo colegas de trabalho e de faculdade, Marta não teria tomado a vacina por motivos religiosos, sob orientação do pastor da igreja que frequenta.

De acordo com a Diretora Administrativa da unidade hospitalar, Helena Machado Brito, Marta teve uma parada cardiorrespiratória pela manhã, mas os médicos conseguiram reanimá-la. No início da tarde, ela teve uma segunda parada, e não resistiu.

Segundo Helena, a paciente deu entrada no hospital com quadro de falta de ar, dificuldade de respirar, febre e dor no tórax. Na segunda-feira, 17, houve uma piora no estado de saúde, e ela foi internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), ficando em coma induzido e respirando com ajuda de aparelhos. "O laudo com a causa da morte da paciente deve sair em 14 dias, quando a suspeita de gripe A for confirmada ou descartada, após o resultado do exame de sangue", afirmou.

Até a última sexta-feira, 15, o número de suspeitas de H1N1 na Bahia chegava a 186 só neste ano. Deste total, apenas 46 já foram confirmados.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também