Vítimas de enchentes da Grande São Paulo também recebem assistência do ADRA

Vítimas de enchentes da Grande São Paulo também recebem assistência do ADRA

Atualizado: Quinta-feira, 20 Janeiro de 2011 as 9:56

A Grande São Paulo vem sofrendo temporais desde a noite de segunda-feira, 10 de janeiro, o mais recente aconteceu na última terça-feira, 18 de janeiro, e contabiliza 2.162 pessoas desabrigadas, 9.712 desalojadas e um total 90 municípios atingidos. Segundo Edilene Machado Araújo, diretora de marketing da Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA) em São Paulo, na cidade de Franco da Rocha, a situação está normalizada, as ruas já estão limpas e as famílias estão voltando para seus lares. “São 130 famílias que tiveram as suas casas totalmente alagadas. Agora, elas precisam de produtos de limpeza e higiene para recomeçar”, explica.

Em Atibaia, são três mil famílias desalojadas e em Mauá, a Defesa Civil já divulgou 24 vítimas fatais das chuvas e centenas desabrigados. “Para essas cidades, a assistência precisa ser em todos os aspectos, não apenas material de limpeza e higiene como também alimentos não perecíveis, água, roupas e fraldas infantis e pediátrica”, apela Edilene.

A ADRA Paulistana abriu um posto de arrecadação em São Paulo. As doações de produtos de limpeza e higiene, cestas básicas com alimentos não perecíveis e fraldas descartáveis e geriátricas devem ser levadas para rua Gabrielle D´Annunzio, 246 – Brooklin, São Paulo.

A conta bancária da ADRA Brasil está disponível receber doações de todo o mundo em favor das vítimas das enchentes da região Sudeste do Brasil.

veja também