Vitor Belfort lança livro com lições de fé e superação, em São Paulo

Vitor Belfort lança livro com lições de fé, em São Paulo

Atualizado: Terça-feira, 17 Julho de 2012 as 2:08

Na Livraria Saraiva do Shopping Ibirapuera, em São Paulo, os fãs puderam ver de perto o atleta que fez história como o mais jovem lutador a vencer no UFC. 

Vitor Belfort esteve nessa segunda-feira, 16 de julho, em uma sessão de autógrafos do lançamento do livro "Lições de garra, fé e sucesso: Vitor Belfort".

Joana Prado, esposa de Belfort, esteve no evento durante todo o tempo. Admirados pelo relacionamento de parceria, Joana comentou que o bacana é as pessoas não os endeusarem, mas se identificarem.

Publicado pela editora Thomas Nelson, o livro não é apenas uma biografia, são relatos de importantes lições que o atleta aprendeu com as mais diversas situações da vida. A história do sequestro de sua irmã Patrícia, a conquista do título do UFC no mesmo ano, o casamento com Joana Prado e a vida em família são alguns dos temas abordados por Belfort.

Em entrevista ao GUIAME, Joana afirma que o livro permitiu que alguns assuntos delicados fossem novamente analisados por eles. “O livro mexeu muito com a gente, trouxe muitas coisas do passado, mas administramos bem. Conseguimos superar e discutir algumas coisas que ainda não tínhamos discutido sobre determinados assuntos.”

Fernando Fernandes, o ex-BBB que hoje é tricampeão mundial de paracanoagem, foi prestigiar Vitor Belfort. No dia 4 de julho de 2009 Fernando sofreu um acidente de carro que o deixou sem os movimentos da cintura para baixo. Ele, que também é um exemplo de superação, ressaltou ao GUIAME a importância de dividir uma história como a dele e a de Belfort. 

“As pessoas querem saber como as outras chegaram onde estão. Às vezes não sabem que para chegar lá o caminho é dolorido. Alguns só vêem o momento da glória, mas o mais difícil é o dia a dia, se superar, passar por cima de lesões”, expõe.

Fernando conta que a cadeira de rodas foi apenas um dos vários obstáculos que ele enfrentou. “A gente aprende a perder e a vencer. Temos que lidar com a derrota e acordar no outro dia para trabalhar de novo e tentar ganhar. Eu trouxe esse ensinamento do esporte para a minha vida, foi o que somou muito e hoje o esporte é meu ganha pão e meu prazer. Se pudesse voltar atrás, eu não voltaria. O que vivo hoje é intenso e verdadeiro”, completou.

Em meio a muitas fotos e autógrafos, Vitor Belfort falou ao GUIAME sobre a expectativa de identificação dos leitores com o livro. “Quando você fala de coração aberto, de pai para filho, de irmão para irmão, é literalmente um relacionamento pessoal, é isso que eu quero que o livro seja.”

A fé em Deus é um dos temas centrais abordados pelo atleta. O MMA (sigla de Mixed Martial Arts / em português: Artes Marciais Mistas) tem ganhando cada vez mais espaço no país, prova disso é o fato de igrejas cederem espaço para a realização de treinos e competições em suas dependências, o que gera divergência de opiniões.

“Jesus era criticado pela igreja. A gente tem uma Babilônia que vai estar sempre dentro da igreja. E, como Jesus disse, ‘saia da Babilônia’”, ponderou Belfort sobre o assunto.

“Não estou aqui para julgar ninguém, mas se for feito de uma maneira digna e profissional, acho que temos que apoiar. Se homens cristãos apóiam políticos no Brasil, por que não lutadores que dedicam a vida em prol de competições e de valores?”, ingadou. “O que precisa é saber separar joio do trigo, pois se cortar tudo, morre tudo. Como cristãos, nós devemos fazer essa separação.”

 

por Juliana Simioni
GUIAME.COM.BR 

veja também