Viva e Deixe Viver estimula literatura a jovens hospitalizados

Viva e Deixe Viver estimula literatura a jovens hospitalizados

Atualizado: Quarta-feira, 20 Agosto de 2008 as 12

Viva e Deixe Viver estimula literatura a jovens hospitalizados

Entidade participa da 20ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo

A Associação Viva e Deixe Viver, que se dedica a levar cultura e entretenimento para crianças e adolescentes hospitalizados, desta vez levará sua experiência e a arte de narrar histórias para três espaços da Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que começou na última quinta-feira, 14 de agosto, no Pavilhão de Exposições do Anhembi.

Contadores de de histórias da entidade estarão no espaço Ler é Minha Praia, ocupando dois palcos e oferecendo oficinas, simultaneamente, totalizando nove apresentações diárias, das 10h às 11h, das 13h às 14h e das 20h às 21h. Eles atuarão em uma área de 2 mil metros quadrados, onde também acontecerão bate-papos com autores e cartunistas, apresentações musicais e atividades ludo-educativas. Tudo isso para desenvolver e exercitar de maneira lúdica o prazer pela leitura nas crianças e adolescentes que visitarem a feira.

A Associação Viva e Deixe Viver estará presente ainda no estande do PNLL - Plano Nacional do Livro e Leitura, em reconhecimento ao seu trabalho de estímulo à leitura em hospitais junto a crianças e adolescentes por meio da ação de voluntários contadores de histórias. Como resultado desta atuação, são perceptíveis o enriquecimento cultural do público atendido, o estímulo à imaginação, ao aprendizado e ao desenvolvimento do novas habilidades. Na estande, os visitantes terão acesso a material informativo, além de poder assistir a um vídeo institucional sobre a entidade.

Associação Viva e Deixe Viver

A Associação Viva e Deixe Viver é uma Oscip - Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, que conta com o apoio de voluntários para realizar sua missão: Promover entretenimento, cultura e informação educacional através do estímulo à leitura e do brincar, visando transformar a internação hospitalar de crianças e adolescentes em um momento mais alegre e agradável, contribuindo positivamente para o bem estar de seus familiares e equipe multidisciplinar.

Os principais recursos da Associação Viva e Deixe Viver atualmente são a leitura de obras infantis, as brincadeiras, a criatividade e o bom humor de seus voluntários.

Através de atividades culturais que estimulam o desenvolvimento das aptidões dessas crianças, a Associação contribui para a humanização dos serviços a elas destinados, integrando no seu cotidiano as condições sensíveis de comunicação e interação com a realidade externa.

Para realizar seu objetivo, a Associação Viva e Deixe Viver recebe como doação pelo menos 1 hora semanal de seus voluntários, que contam ou fazem histórias. Sim, porque para existir o contador de histórias é necessário que existam aqueles que dão suporte, divulgando, treinando, auxiliando e desenvolvendo nossa Associação.

Serviço:

20ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo

Data: 14 a 24 de agosto

Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi; Av. Olavo Fontoura, 1209, Santana.

Quanto: R$ 10, entrada da Bienal. Estudantes e aposentados pagam R$ 5,00. Crianças de até 12 anos, adultos acima de 65 anos, professores, autores, bibliotecários, profissionais do livro e portadores de deficiência física têm entrada gratuita.

Site oficial da Bienal: www.bienaldolivrosp.com.br

O evento oferece ônibus gratuitos que saem da estação Tietê de Metrô das 8h30 às 22h30.

Para mais informações, acesse o site www.vivaedeixeviver.org.br

veja também