Voluntárias da IURD levam conforto espiritual em hospitais

Voluntárias da IURD levam conforto espiritual em hospitais

Atualizado: Quarta-feira, 9 Março de 2011 as 11:59

Em um gesto de amor ao próximo, semanalmente, um grupo de voluntárias da Igreja Universal do Reino de Deus de Luanda, no país africano Angola, levam palavras de vida e carinho aos pacientes do Hospital Josina Machel.

Durante as visitas, o grupo de 40 mulheres evangeliza e ora pelos doentes, que ao ouvirem acerca da fé que cura, creem e recebem o conforto espiritual que os fortalecem na luta contra às doenças.

  Além das orações, as integrantes distribuem jornais e revistas contendo depoimentos de pessoas que alcançaram a cura exercitando a fé em Deus, estimulando, assim, a esperança de cada paciente.

O apoio também estende-se para fora dos leitos, pois todas as visitantes anotam os nomes dos enfermos e levam até uma igreja Universal, para que fiquem em constante oração.

Para a paciente Maria Catepa, de 40 anos, as visitas colaboram muito com a recuperação dos pacientes, fazendo com que eles não sintam-se desamparados. “Há mais de 2 anos, eu estou hospitalizada  e espero receber alta logo. Eu só tenho a agradecer a iniciativa do grupo, por que nos dão alento e esperança”, declara.

A enfermeira Deolinda Vitória, consegue sentir a diferença nos pacientes, logo após as orações recebidas. “É nítida a evolução do quadro clínico dos pacientes. A Igreja Universal desempenha um papel social muito importante, ajudando essas pessoas a buscarem em Deus a solução para os problemas de saúde”, relata.

Catarina Pedro sofria com 3 caroços na região da garganta que, mesmo após intervenção cirúrgica, retornaram. “Fiquei dias internada no hospital sem falar e me alimentar. Os ferimentos eram tão graves ao ponto de eu engolir o que escorria. Nesta época, eu recebi um convite de uma amiga para participar de uma reunião na Igreja”, conta.

Participando das correntes de orações e acompanhando os testemunhos de pessoas que foram curadas, Catarina foi motivada a agir a fé em Jesus e mudar de vida. “Após eu me entregar a Deus, o caroço desapareceu. Hoje, estou curada e com uma saúde perfeita. Falo e mastigo os alimentos com naturalidade”, finaliza alegremente.    

veja também