Voluntários cristãos realiza palestra na Fundação CASA

Voluntários cristãos realiza palestra na Fundação CASA

Atualizado: Segunda-feira, 14 Março de 2011 as 10:03

oluntários do projeto “Dose mais forte” que integra o grupo Força Jovem Brasil, da Igreja Universal do Reino de Deus de São Paulo (SP), realizou uma palestra, na última quinta-feira (03), na Fundação Casa da Unidade da Vila Maria,  localizada na zona norte da cidade.

Os palestrantes foram Robson Freitas e Amauri Figueiredo, dois ex-dependentes químicos que relataram aos internos mais do que conhecimento teórico dos malefícios das drogas, mas usaram as próprias vidas como exemplo de superação e fé.

Robson contou que, sem nenhuma informação ou orientação, aos 13 anos, começou a usar drogas na escola por simples curiosidade em sentir o efeito alucinógeno da cocaína. Com o uso contínuo da droga, ele tornou-se dependente químico e durante 10 anos roubou carros para sustentar o vício. “Um dia sob efeito da droga, sofri um acidente de moto e fiquei gravemente ferido, sem um pedaço da minha perna. Os meus amigos do crime não apareceram no hospital, mas a minha mãe estava lá ao meu lado, para me dar apoio”, relembra.

Desde então, Robson decidiu deixar a vida errada que estava levando e procurou forças em Deus para sair do crime e libertar-se das drogas.

Já Amauri iniciou na criminalidade como traficante e depois, como usuário, provou todos os tipos de drogas existentes. Porém, ao se dar conta que todos os amigos do crime haviam morrido, ele procurou ajuda na Igreja Universal, onde conseguiu deixar para trás a vida de vício e de crimes.

Curiosos por saber como eles conseguiram mudar radicalmente de vida, os internos fizeram diversas. Uma das curiosidades dos adolescentes foi sobre as alucinações que a droga causa e se eles já haviam passado por essa experiência antes. Amauri, de pronto respondeu que, por muitas vezes sofreu com os efeitos das drogas pesadas que usava, ao ponto de ver vultos e pensar que estava sendo perseguido por alguém dentro de casa.

Por fim, os internos perguntaram a ele se sofreu com crises de abstinência quando estava deixando o vício. Com muita firmeza ele respondeu: “Sim, claro que tive, mas como aceitei Jesus Cristo, Deus me deu forças para superar a falta da droga no meu organismo.”

Após as palestras, que fizeram os jovens refletirem sobre as consequências negativas das drogas e dos benefícios da fé em Jesus, Robson mostrou aos adolescentes a prótese que possui na perna, mostrando a todos o preço alto que teve de pagar por um dia ter se deixado dominar pelos vícios.

Para encerrar, Robson junto com os voluntários do projeto “Dose mais forte” fizeram uma oração pedindo a Deus a libertação espiritual de todos os internos.  

veja também