Willian, do Figueirense, lê a Bíblia antes dos jogos

Willian, do Figueirense, lê a Bíblia antes dos jogos

Atualizado: Sexta-feira, 26 Março de 2010 as 12

No title Por enquanto, ninguém pode dizer se Figueirense e Avaí voltarão a se enfrentar neste Estadual. Mas, se isso acontecer, a torcida alvinegra sabe muito bem quem não poderá ficar fora: o atacante William.

Nos dois clássicos até aqui, que terminaram empatados, o jogador marcou os três gols do Figueira. Quarta-feira, deixou a Ressacada como herói.

O Leão vencia por 1 a 0 quando William, aos 49 minutos do segundo tempo, pegou de primeira a bola espalmada pelo goleiro Zé Carlos e empatou. Em Três Fronteiras (SP), onde ele nasceu, o pai quase passou mal ao ver o lance e jogou cadeiras ao alto, de tanto vibrar. Mais tarde, ligou para contar. "Esse meu filho ainda me mata do coração. Avisa ele que já estou com 53 anos", disse, em conversa com a mãe do jogador, Dirce Gomes de Siqueira, 45.

Dirce está em Florianópolis acompanhada da nora, Loisy Marla Coelho Pires, 21, e da mãe dela e sogra de William, Suely Fernandes Coelho, 55.

As três assistiram ao jogo pela televisão e também não seguraram a emoção quando o atacante fez o gol de empate. "Choramos muito. Nunca perdemos a esperança porque sabemos da capacidade dele", disse a namorada. Loisy e William estão juntos há um ano e três meses.

A cada jogo, ela liga enquanto ele se desloca da concentração ao estádio para ler algum trecho da Bíblia. Antes do clássico, o escolhido foi Josué, capítulo 1, versículos 5-9: "Sê forte e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o Senhor, teu Deus, é contigo por onde quer que andares."

Esse ritual será mantido nos próximos jogos. Agora, o artilheiro espera que seus gols diante do Avaí também virem tradição. Antes de chegar ao Figueirense, ele nunca havia marcado gols em clássico como profissional.

O momento que passou em branco no Vila Nova (GO) e Atlético (PR) estava reservado para ser compartilhado com o torcedor alvinegro sete anos depois.

veja também