Zagueiro causa polêmica na Itália ao afirmar que homossexualismo é pecado

Zagueiro causa polêmica na Itália ao afirmar que homossexualismo é pecado

Atualizado: Segunda-feira, 23 Março de 2009 as 12

O zagueiro Nicola Legrottaglie, da Juventus, causou polêmica ao lançar sua autobiografia, entitulada "Fiz uma promessa". Em um dos trechos controversos do livro, o jogador, evangélico, afirma que o homosexualismo é pecado.

"Hoje se vê a homosexualidade como uma moda, uma maneira de ser 'do contra'. Mas na Bíblia está claro que tanto a masculina quanto a feminina são pecado. Mesmo assim, as reuniões que fazemos também estão abertas a eles", declara o italiano.

Ao longo da obra, Legrottaglie revela ainda que acredita na importância da castidade e de preservar o corpo e aconselha os gays, "como heterosexual e cristão", a lerem a bíblia. O zagueiro também provoca discussões ao escrever sobre outras religiões.

Ao comentar o fracasso de sua negociação com o Besiktas, da Turquia, ele declara: "Tinha consciência que o ambiente alí podia ser hostil à minha crença espiritual e me repetia: 'Por que, senhor, quer me mandar aos muçulmanos? Deus estava trabalhando por mim".

Legrottaglie já havia gerado comentários negativos ao dizer que Israel estava "Pagando as consequências de ter ofendido a Deus depois de ter sido o povo escolhido". Na época, o atleta teve que se retratar pelas suas declarações.

veja também