78 bebês são salvos em campanha de oração contra o aborto: "Não quero machucar meu filho"

O ministério “40 Dias pela Vida” está promovendo 40 dias de intercessão e jejum pelo fim do aborto em todo o mundo.

Fonte: Guiame, com informações do Christian HeadlinesAtualizado: terça-feira, 5 de abril de 2022 14:24
O ministério “40 Dias pela Vida” está promovendo 40 dias de oração e jejum pelo fim do aborto. (Foto: 40 Days for Life).
O ministério “40 Dias pela Vida” está promovendo 40 dias de oração e jejum pelo fim do aborto. (Foto: 40 Days for Life).

Mais de 70 bebês foram salvos durante uma campanha de oração contra o aborto, que iniciou no dia 2 de março em todo o mundo. 

A campanha pró-vida foi organizada pelo ministério cristão “40 Dias pela Vida”, que promove todo ano 40 dias de intercessão e jejum pelo fim do assassinato de bebês. Nesse período, cristãos voluntários também realizam vigílias pacíficas em frente a clínicas de aborto em diversos países.

De acordo com uma contagem no site do ministério, na primeira semana de oração, 78 bebês foram salvos. Dois deles estavam prestes a serem abortados em uma clínica de Chicago, nos Estados Unidos, quando as mães mudaram de ideia ao conversarem com os cristãos.

Uma das mulheres tinha ido a clínica de aborto com o pai do bebê. "Não quero machucar meu filho", disse ele a Anne Marie, uma das voluntárias do “40 Dias pela Vida”.

E Anne respondeu: "Deus fará de você o que você precisa ser para cuidar dessa criança". A conversa em frente a clínica levou os pais a desistirem de abortar o filho.

"Não só o casal reconsiderou. Eles disseram a Anne Marie que não iriam fazer o aborto e até que se juntariam a ela em oração na calçada”, relatou Joe, um dos líder da campanha. 

No mesmo dia, Anne também ajudou a salvar outro bebê de uma mãe que foi à clínica. A mulher não quis falar com a cristã no início, mas conversou com ela ao sair do local. 

"O bebê estava com apenas seis semanas e era muito cedo para a clínica concluir o procedimento de aborto. Anne Marie explicou [que] sua incapacidade de continuar com o aborto foi uma segunda chance de se afastar dele", contou Joe. Então, a mãe decidiu seguir com a gestação.

A campanha “40 Dias pela Vida”, que acontece desde 2007, vai até o dia 10 de abril, em mais de mil cidades em 63 países.

No ano passado, o ministério alcançou o marco histórico de 20 mil bebês resgatados do aborto desde a fundação da organização.



Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições