Após 18 anos de tentativas, casal dá à luz gêmeas: “O tempo de Deus é perfeito”

Geisislaine e Isaac viveram o milagre de se tornar pais das gêmeas Isabelly Vitória e Stefany, que nasceram em 24 de maio.

fonte: Guiame, com informações do GMC Online

Atualizado: Segunda-feira, 15 Junho de 2020 as 11:34

Geisislaine e Isaac celebram o nascimento das filhas após 19 anos de tentativas. (Foto: Arquivo pessoal)
Geisislaine e Isaac celebram o nascimento das filhas após 19 anos de tentativas. (Foto: Arquivo pessoal)

Foram 18 anos de tentativas até um casal de Mandaguari, na Região Metropolitana de Maringá (PR), viver o milagre de se tornarem pais das gêmeas Isabelly Vitória e Stefany, que nasceram em 24 de maio.

Geisislaine Aleixo da Silva Balestrim, 37 anos, e Isaac Balestrim Júnior, 39 anos, tentavam ter filhos desde 2001, quando se casaram. Na época, quando notaram a dificuldade, eles buscaram a ajuda de médicos.

“Perdi muito tempo em ginecologista que dizia que era ovário policístico. Fazíamos vários exames meus e do meu esposo. Na época, quase não se falava em fertilização, e só quem tinha muitas condições financeiras é que fazia”, relata Geisislaine, segundo o GMC Online.

“Resolvi ir a uma consulta com especialista, que fez exames e me disse que eu não tinha nada e que o problema era com meu esposo. Mas ele foi muito grosso no atendimento e me senti insegura. Parecia muito desumano e era muito caro o tratamento com ele”, acrescenta a dona de casa.

Após anos de tentativas frustradas, o casal chegou ao consultório do médico especialista em reprodução humana Vinícius Stawinski em agosto de 2019. 

“Na consulta com o Dr. Vinícius, ele nos recebeu com um bom aperto de mão e disse ‘graças a Deus que vocês vieram’. Senti segurança. Parecia que já nos esperava há muito tempo. Quando conversamos, vi que, além de profissional, ele colocava Deus à frente de tudo”, conta.

“Fui na igreja, busquei a palavra de Deus e o Senhor me disse: ‘Vou te abrir a porta. Colocarei um anjo no seu caminho. Eu sou aquele que entra na medicina e sou glorificado através dela. Faça tudo o que o anjo te disser’. O Dr. Vinícius foi esse anjo que o Senhor usou”, destaca Geisislaine.

Para o Dr. Vinícius, a história do casal é um exemplo de emoção, realização e fé. “Trabalhar com a Medicina Reprodutiva Humana é sempre uma caixinha de surpresas. Esta é a história real do casal que esperou, tentou, aguardou e buscou pelo tão sonhado positivo durante 18 anos. Uma linda história de amor de um casal que sonhou junto. E eu, como médico, tive a imensa honra de fazer parte desta história”, comenta.

Geisislaine e Isaac então fizeram exames de ultrassom, espermograma e uso de medicamentos para estimular o amadurecimento de óvulos. “Ele disse que não via problemas em nós, mas pelo tempo de tratamento que já estávamos, eu disse que não aguentava mais e queria ir direito para a fertilização”, Geisislaine conta. 

A confirmação da gravidez veio em 29 de outubro de 2019. O momento foi registrado em um vídeo emocionante pelo casal.

“O nosso positivo foi um milagre e, para completar, quando fiz a primeira ultrassom, descobri que eram dois bebês. Vi que o Senhor me abençoou em dobro. Sempre sonhei em ter uma menina, e Deus me deu duas”, diz a mãe, emocionada. 

As gêmeas nasceram em 24 de maio de 2020, às 4h40. Por terem nascido com 34 semanas de gestação, elas precisaram permanecer por quatro dias na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em um hospital de Maringá.

Geisislaine diz que foram dias difíceis, “mas todos aqueles a que Deus tem uma promessa passam por luta aqui na terra, mas sempre têm a vitória”.

“Antes de elas serem minhas, elas são de Deus”, destaca a mãe. “Quero ensinar o bom caminho a elas, que venham a ser humildes, fiéis e tementes a Deus. O tempo de Deus é perfeito e tem seus mistérios, porém, não nos cabe entender, somente aceitar”.

veja também