Após descobrir câncer, grávida recusa aborto e dá sua vida pelo filho

A mãe se recusou a abortar e decidiu abandonar a quimioterapia para salvar o bebê.

fonte: Guiame, com informações de Christian News

Atualizado: Quinta-feira, 24 Agosto de 2017 as 11:58

Carrie DeKlyen decidiu abandonar a quimioterapia para salvar o bebê. (Foto: Reprodução/Facebook)
Carrie DeKlyen decidiu abandonar a quimioterapia para salvar o bebê. (Foto: Reprodução/Facebook)

Depois de receber o diagnóstico de câncer no cérebro, uma mulher grávida se recusou a abortar seu filho e teve uma atitude heróica — decidiu abandonar o tratamento de quimioterapia para salvar o bebê.

Mãe de cinco crianças, Carrie DeKlyen foi diagnosticada com glioblastoma multiforme em abril e passou a ser acompanhada pela equipe da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos.

No entanto, ela foi informada pelos médicos que estava grávida e precisaria realizar um aborto para prosseguir com seu tratamento. No mesmo instante, ela rejeitou essa opção.

"O médico disse: 'Se você não abortar este bebê, você vai morrer'", disse seu marido, Nick, a revista People Magazine. "Mas essa foi a decisão da Carrie. Eu perguntei: 'O que você quer fazer?' e ela disse: 'Nós vamos manter o bebê'".

Carrie passou por duas cirurgias cerebrais desde que o tumor foi removido, mas há um mês, teve sua condição agravada. Agora, com 23 semanas de gestação, Carrie se encontra em estado vegetativo e sua família espera que ela possa aguentar por mais cinco semanas, para que os médicos possam fazer o parto do bebê.


Carrie DeKlyen junto com seu marido, Nick, e três de seus filhos. (Foto: Reprodução/Facebook)

Nick, que conheceu sua esposa quando frequentavam a mesma igreja ainda crianças, confessa que é difícil perder sua esposa, mas ele apoia sua decisão. Ele deixou seu trabalho para ficar ao lado de Carrie.

“O tempo da Carrie está chegando, mas eu sei que a verei novamente — não nesta vida, mas eu vou estar com ela novamente no céu", disse o marido. "Ela tomou a decisão de dar sua vida por outra vida, e eu não poderia estar mais orgulhoso".

A cunhada de Carrie, Sonya Nelson, criou uma campanha para levantar fundos para as despesas médicas da família. "Por favor, continuem orando pela nossa família”, ela pediu.

Mais de 67 mil dólares foram arrecadados até o momento.

veja também