Bolsonaro defende misturar religião e política: “O presidente da República é cristão”

O presidente da República defendeu que assim como ele, a maioria dos brasileiros são cristãos.

fonte: Guiame

Atualizado: Terça-feira, 6 Agosto de 2019 as 4:53

Presidente Jair Bolsonaro na solenidade alusiva aos 200 dias de governo. (Foto: Alan Santos/PR)
Presidente Jair Bolsonaro na solenidade alusiva aos 200 dias de governo. (Foto: Alan Santos/PR)

O presidente Jair Bolsonaro defendeu que seu governo misture política e religião nesta terça-feira (6), em uma publicação marcada por referências bíblicas no Twitter. 

“O presidente pode misturar política com religião?”, questionou. “O Estado é laico, sim. Mas o presidente da República é cristão, como aproximadamente 90% do povo brasileiro também o é”. 

Bolsonaro já havia feito afirmações semelhantes em junho, quando participou da 27ª edição da Marcha para Jesus, em São Paulo. Na ocasião, ele aproveitou para agradecer o apoio do eleitorado evangélico: “Vocês foram decisivos para mudar o destino dessa pátria maravilhosa chamada Brasil”.

Ele também fez a afirmação quando sugeriu indicar um ministro evangélico para o Supremo Tribunal Federal (STF). 

“O Estado é laico, mas eu e nós todos somos cristãos. Respeitamos a maioria, respeitamos a minoria, mas o Brasil é um país cristão”, disse em discurso no evento de comemoração dos 108 anos da Assembleia de Deus no Brasil.

Em sua conta no Twitter, o presidente citou ainda o versículo de Romanos 8:31, com a pergunta: “se Deus é por nós quem será contra nós?”

veja também