Brasil vê terceiro dia consecutivo de queda nos novos casos de coronavírus

A notícia traz esperança, mas ainda é cedo para garantir que os índices de novos casos vão continuar caindo.

fonte: Guiame, com informações do R7

Atualizado: Terça-feira, 31 Março de 2020 as 8:34

Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta afirmou que o Brasil ainda pode ter altas nos índices de novos casos de coronavírus. (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil)
Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta afirmou que o Brasil ainda pode ter altas nos índices de novos casos de coronavírus. (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil)

Pelo terceiro dia consecutivo o número de novos casos de infecção com o coronavírus baixou no Brasil. As informações são do Painel Coronavírus do Ministério da Saúde. Segundo o site, até o momento, o País registrou 159 mortes por covid-19 e 4.579 casos acumulados da doença confirmados em laboratório.

Na última sexta-feira (27), foram confirmados 502 novos casos, porém no dia seguinte, sábado (28), esse número caiu para 487, já no domingo (29), ficou em 353 e na última segunda-feira (30) foi ainda menor: 323 novos infectados com o vírus, a menor taxa em cinco dias.

Apesar da boa notícia, vale ressaltar que essa baixa não é garantia de que os índices vão continuar caindo nos próximos dias. Segundo o próprio ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, a expectavia é que o país ainda passará por meses seguidos de aumento de casos.

"Nós estamos imaginando que vamos trabalhar com números ascendentes abril, maio e junho. Vamos passar de 60 a 90 dias de muito estresse, para que quando chegarmos em julho, a gente imagina que entre em um platô, agosto, setembro a gente deve estar voltando", afirmou o ministro em entrevista coletiva.

Com base nos casos registrados até o momento, a taxa de letalidade do covid-19 no Brasil é de 3,5%, inferior à média global, que está em torno de 4,5%. No estado de São Paulo, no entanto, é de 7,4%.

Covid-19 no Brasil

Conforme levantamento mais recente do Ministério da Saúde, divulgado na tarde desta segunda-feira (30), o Brasil registra 159 mortes por covid-19 e 4.579 casos acumulados de infecção, confirmados em laboratório.

Em 24 horas, o país teve 23 óbitos confirmados. Esse foi o maior número diário de mortes, desde a primeira causada por covid-19, em 17 de março.

São Paulo é o estado com o maior número de casos: 1.517. Em seguida, vem o Rio de Janeiro, com 657.

Veja os números de casos e óbitos por estado:

São Paulo: 1.517 (113 óbitos)
Rio de Janeiro: 657 (18 óbitos)
Ceará: 372 (5 óbitos)
Distrito Federal: 312 (1 óbito)
Minas Gerais: 261 (1 óbito)
Rio Grande do Sul: 241 (3 óbitos)
Santa Catarina: 197 (1 óbito)
Bahia: 176 (1 óbito)
Paraná: 155 (3 óbitos)
Amazonas: 151 (1 óbito)
Pernambuco: 78 (6 óbitos)
Rio Grande do Norte: 77 (1 óbito)
Espírito Santo: 72
Goiás: 61 casos (1 óbito)
Mato Grosso do Sul: 44 casos
Acre: 42 casos
Maranhão: 23 (1 óbito)
Pará: 21
Mato Grosso: 18
Alagoas: 17
Piauí: 16 (3 óbitos)
Roraima: 16
Sergipe: 16
Paraíba: 15
Tocantins: 10
Amapá: 8
Rondônia: 6

veja também