Brasileiros cantam “Porque Ele Vive” de suas janelas durante quarentena

Vídeos da corrente de fé se espalharam pelas redes sociais no fim de semana, enquanto brasileiros estão em isolamento social devido ao novo coronavírus.

fonte: Guiame

Atualizado: Segunda-feira, 23 Março de 2020 as 8:50

Cristãos por todo o Brasil saíram para as janelas e sacadas para cantar a música “Porque Ele Vive”. (Foto: Reprodução)
Cristãos por todo o Brasil saíram para as janelas e sacadas para cantar a música “Porque Ele Vive”. (Foto: Reprodução)

Cristãos espalharam uma convocação por todo o Brasil e saíram para as janelas e sacadas para cantar a música “Porque Ele Vive” na noite da última sexta-feira (20). A expressão de fé acontece em meio à pandemia do novo coronavírus, que até esta segunda-feira (23) tem 1.620 casos confirmados e 25 mortes no País.

“Uma grande adoração em toda nossa nação”, diz a mensagem que foi espalhada principalmente em grupos de WhatsApp. “Cremos que a adoração faz o poder de Deus se manifestar e o mal desaparecer”.
No fim de semana, vídeos que registraram o momento de louvor e adoração nas casas e apartamentos foram espalhados por internautas. O movimento foi aderido por diversas cidades brasileiras.

“Porque Ele vive, posso crer no amanhã. Porque Ele vive, temor não há. Mas eu bem sei, eu sei, que a minha vida está nas mãos de meu Jesus, que vivo está”, diz o refrão da música da Harpa Cristã.

Moradores ficaram emocionados com a corrente de fé. Uma delas foi a professora aposentada Jardelina Wanzeller Kunsch, moradora do Condomínio Clube Buritis, que tem cinco torres de prédios, em Colina de Laranjeiras, no Espírito Santo. 

“Houve uma convocação na internet e um grupo de moradores do condomínio cantou essa música. Cantou 'Noites Traiçoeiras' também, algumas pessoas bateram palmas, outras rezaram e oraram. Foi muito bonito e emocionante”, disse ao jornal Folha Vitória.

Além das músicas cristãs, moradores ficaram por alguns minutos aplaudindo e agradecendo o trabalho dos profissionais da saúde, que estão atuando na linha de frente no combate ao coronavírus.

Assista:

 

 

veja também