Clínica de aborto estaria vendendo cérebros fetais por 750 dólares

Questionada uma segunda vez sobre a possibilidade da retirada de fetos intactos em casos de 2º trimestre, para a coleta de órgãos, a diretora da 'Planned Parenthood' admitiu: "Isso acontece às vezes, mas é muito raro". Ela continua com um sorriso: "Mas, nós tentamos".

Fonte: Guiame, com informações do CMPAtualizado: sexta-feira, 4 de março de 2016 12:39
A 'Planned Parenthood' é uma das maiores redes de clínicas de aborto dos Estados Unidos e está envolvida em um grande escândalo de venda ilegal de tecidos fetais. (Foto: Reuters)
A 'Planned Parenthood' é uma das maiores redes de clínicas de aborto dos Estados Unidos e está envolvida em um grande escândalo de venda ilegal de tecidos fetais. (Foto: Reuters)

Um novo vídeo secreto mostra a relação entre a clínica de abortos 'Planned Parenthood', do Condado de Orange e uma empresa com fins lucrativos de biotecnologia local - 'Da Vinci Biosciences' - para a coleta de órgãos de fetos abortados para vendas em níveis nacional e internacional.

O vídeo, produzido pelo 'Centro para o Progresso Médico' (CMP), destaca uma conversa entre a Dra. Jennifer Russo - diretora médica da 'Planned Parenthood' dos condados de Orange e San Bernardino - e integrantes do Centro para o Progresso Médico, disfarçados de representantes de uma empresa de biotecnologia, interessada na compra de tecidos fetais. A Dra. Russo realiza abortos em gestantes com até 24 semanas, na 'Planned Parenthood' de Orange, CA.

Russo confirma que a sua filial da Planned Parenthood está atualmente trabalhando com uma empresa de biotecnologia local, fornecendo partes dos corpos de fetos abortados.

"Sim, é a 'Da Vinci", afirma. A 'Da Vinci Biosciences' (LLC) e sua empresa irmã, 'DV Biologics' (LLC) estão localizadas no Condado de Orange, Califórnia, e têm uma parceria com a afiliada local da Planned Parenthood, desde 2008. A 'Planned Parenthood' dos condados Orange e San Bernardino lista a 'Da Vinci Biosciences' como um dos principais doadores financeiros para o grupo aborto.

"Eles pegam todo o espécime", explica a Dra. Russo sobre a 'Da Vinci'. E depois pergunta ao comprador encoberto: "Você está procurando especificamente por um espécime [tecido fetal] intacto?".

"O mais intacto possível", o comprador responde.

Usar a orientação de ultra-som para manipular o feto, antes da extração intacta, é a marca registrada do procedimento de aborto por nascimento parcial ilegal (18 USC 1531). No primeiro vídeo flagrante - gravado pela organização pró-vida 'Centro para o Progresso Médico' - a Diretora Sênior de Serviços Médicos da 'Planned Parenthood', Dra. Deborah Nucatola já havia apontado Russo e a Planned Parenthood do Condado de Orange, como bons parceiros potenciais para a coleta de partes dos corpos de fetos abortados.

Russo também afirma que a sua filial da 'Planned Parenthood' não está usando digoxina, o produto químico utilizado como feticídio em abortos de gestações no segundo trimestre para matar o feto e evitar que este nasça vivo. Sem um procedimento feticidal como digoxina, é possível que um feto seja extraído intacto durante um aborto e que, assim ainda nasça vivo.

Questionada uma segunda vez sobre a possibilidade da retirada de fetos intactos em casos de 2º trimestre, para a coleta de órgãos, Russo admitiu: "Isso acontece às vezes, mas é muito raro". Ela continua com um sorriso: "Mas, nós tentamos".

Faturas da 'Da Vinci Bioscience' mostram a cobrança de 350 dólares por um fígado fetal, US$500 por um timo fetal, e US$750 por o cérebro fetal. A venda ou compra de tecido fetal humano é um crime federal punível com até 10 anos de prisão e uma multa de até US $ 500.000 (42 U.S.C. 289g-2).

"Embora amigos políticos da Planned Parenthood trabalhem horas extras para encobrir as revelações de seu comércio ilegal de tecidos fetais, o esquema criminoso interestadual da 'Planned Parenthood' de coleta e venda de partes dos corpos de bebês abortados continua sem qualquer transparência ou prestação de contas", observa David Daleiden, do Centro para o Progresso Médico.

Clique no vídeo abaixo para conferir a negociação entre diretores da 'Planned Parenthood' e "possíveis compradores" dos tecidos fetais:

Reação
Após a série de escândalos, envolvendo a 'Planned Parenthood', diversos ativistas pró-vida e até mesmo parlamentares republicanos começaram a se mobilizar para pressionar o governo federal a ordenar a retirada de financiamento público à rede de clínicas de aborto.

Apesar da mobilização ainda não ter atingido seu objetivo principal em nível nacional nos Estados Unidos, o efeito destas mobilizações já estão começando a ser vistos em alguns governos estaduais, como no caso de Wisconsin (EUA)

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições