Cristãos americanos ajudam a reconstruir igreja destruída pelo Estado Islâmico na Síria

A ONG cristã Free Burma Rangers levantou 60 mil dólares para reconstruir a Igreja Armênia dos Quarenta Mártires em Raqqa.

Fonte: Guiame, com informações da CBN NewsAtualizado: sexta-feira, 17 de dezembro de 2021 15:26
A Free Burma Rangers levantou 60 mil dólares para reconstruir a Igreja Armênia dos Quarenta Mártires. (Foto: Reprodução/CBN News).
A Free Burma Rangers levantou 60 mil dólares para reconstruir a Igreja Armênia dos Quarenta Mártires. (Foto: Reprodução/CBN News).

Cristãos americanos se uniram para ajudar a reconstruir uma igreja destruída pelo Estado Islâmico na Síria. Em 2014, quando o Estado Islâmico (EI) tomou a cidade de Raqqa e a fez sua capital, muitos crentes e outras minorias foram mortos e milhares fugiram.  

Aqueles que permaneceram sofreram a violência brutal do grupo extremista, em decapitações, crucificações e escravidão sexual. Antes da guerra civil na Síria, milhares de cristãos armênios e sírios viviam em Raqqa, e muitos frequentavam as duas principais igrejas cristãs da cidade.

Mas com a tomada do Estado Islâmico, a Igreja Armênia dos Quarenta Mártires ficou em ruínas. Em 2017, as forças democráticas sírias, apoiadas pelos Estados Unidos, expulsaram o grupo do país e, desde lá, a população de Raqqa está se levantando das cinzas e retomando a vida normal.

A organização de ajuda cristã Free Burma Rangers levantou 60 mil dólares, com a ajuda de cristãos dos EUA, para reconstruir a antiga Igreja Armênia. Agora, os cristãos de Raqqa tem um local para adorar a Deus novamente. 

"Depois de muitos anos, podemos finalmente voltar a ser armênios. Sinto que sou um cristão de novo. Louvado seja Deus, agora temos um lugar para adorar", celebrou um armênio.


A Free Burma Rangers levantou 60 mil dólares para reconstruir a Igreja Armênia dos Quarenta Mártires. (Foto: Reprodução/CBN News). 

Antes do Estado Islâmico assumir o controle de Raqqa em 2014, havia cerca de 150 famílias que frequentavam a Igreja Armênia. Agora, são cerca de 12 cristãos congregando no templo.

"Somos poucos em Raqqa, mas é um milagre nos vermos juntos novamente. Somos 12 pessoas, mas temos um ao outro e vamos começar de novo", declarou um cristão armênio.

Enquanto isso, o Free Burma Rangers continua levando ajuda humanitária e apoio espiritual no norte da Síria, distribuindo alimentos e jogos para as crianças. 

“Obrigado a todos vocês, irmãos e irmãs em Jesus na América, que oraram para que isso acontecesse, e as pessoas em todo o mundo que oraram. Obrigado. Vejam o que aconteceu. Veja o que Deus fez!”, disse Dave Eubank, fundador da organização.

 

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições