“A cura virá dos pés do Senhor”, diz prefeito de Duque de Caxias sobre coronavírus

O prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis (MDB), acredita que a cura para o coronavírus virá das igrejas.

fonte: Guiame, com informações do Extra

Atualizado: Quarta-feira, 25 Março de 2020 as 8:44

O prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis (MDB). (Foto: Cléber Júnior/Agência O Globo)
O prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis (MDB). (Foto: Cléber Júnior/Agência O Globo)

Em vídeo direcionado para os evangélicos, o prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis (MDB), disse que a cura da pandemia causada pelo novo coronavírus virá “dos pés do Senhor”.

A fala é direcionada à Igreja Universal do Reino de Deus e outras denominações, como a Assembleia de Deus, para assegurar que os templos manterão as portas abertas, mesmo sem a realização de cultos, para que os fiéis possam entrar e orar.

“Nossa orientação desde a primeira hora foi manter as igrejas abertas, porque a cura virá de lá, dos pés do Senhor. Nós vamos, se Deus quiser, orar. Agora mesmo estou indo para o monte, buscando que Duque de Caxias tenha a proteção de Deus”, diz Reis.

No vídeo, o prefeito aparece o lado de sua secretária de Desenvolvimento Econômico, Agricultura, Abastecimento e Pesca, a vereadora licenciada Leide (PRB), e o irmão, o deputado Rosenverg Reis (MDB).

De acordo com o Extra, a Prefeitura de Duque de Caxias informou que agentes de segurança estão orientando a população, principalmente os mais idosos, a ficar em casa para evitar a propagação do Covid-19. Também foram suspensas por quinze dias todas as feiras livres nos quatro distritos do município.

“Com relação aos templos religiosos, o prefeito Washington Reis tem a posição clara de que não irá interferir no funcionamento dos mesmos. Independentemente de religião, o prefeito ressalta que caberá aos líderes religiosos decidirem sobre o melhor a se fazer neste momento. A mesma decisão se aplica ao comércio de Duque de Caxias”, diz a Prefeitura.

“A pandemia é real e o município está atento aos acontecimentos. Um novo hospital foi comprado e, em breve, irá disponibilizar 100 leitos para o tratamento exclusivo de pacientes confirmados com a doença”, acrescenta.

Até  a noite de terça-feira (24), as secretarias estaduais de Saúde divulgaram 2.271 casos confirmados do novo coronavírus no Brasil com 47 mortos. O Rio de Janeiro registra seis mortos e São Paulo 40.

veja também