“Fico feliz em ver pais deixando filhos adorarem o diabo”, diz satanista sobre Halloween

Segundo o pastor e ex-satanista John Ramirez, datas como o Dia das Bruxas não são inofensivas como alguns acreditam.

fonte: Guiame, com informações de CBN News

Atualizado: Segunda-feira, 30 Outubro de 2017 as 11:50

Datas como o Dia das Bruxas não são inofensivas como alguns acreditam. (Foto: Reprodução)
Datas como o Dia das Bruxas não são inofensivas como alguns acreditam. (Foto: Reprodução)

Entre fazer parte ou não das festas do Dia das Bruxas, as opiniões entre cristãos ainda se divergem. De acordo com uma pesquisa feita pelo site CBN News no Facebook, 87% dos cristãos acreditam que não devem celebrar o Halloween, enquanto 13% não veem problemas nisso.

No entanto, o pastor e ex-satanista John Ramirez disse que datas como essa não são inofensivas como alguns acreditam. “Eu era um general para o reino das trevas na bruxaria”, disse Ramirez à CBN News. “Eu sentava com o Diabo e falava com ele como se eu estivesse falando com você hoje. Era esse tipo de comunicação. Era esse tipo de relacionamento”.

Sobre o Dia das Bruxas, Ramirez alerta: “Às vezes, as pessoas dizem: ‘Eu celebrei o Dia das Bruxas há 10 anos, eu fiz isso há 15 anos, eu fiz isso há 20 anos’. Mas as portas estão abertas. Você amaldiçoou sua família de três a quatro gerações”.

“Você tem que estar ciente que isso é uma maldição”, acrescentou. “Você tem que voltar ao mesmo lugar, renunciar isso em nome de Jesus Cristo e pedir a Deus para perdoá-lo por isso, para que Deus tenha misericórdia e feche a porta para que sua família inteira possa avançar”.

Ramirez já chegou até mesmo a sacrificar animais como parte dos rituais satânicos no Dia das Bruxas, mas hoje, como pastor, adverte cristãos sobre a data que, em sua origem, celebrava a abundância de comida após a época de colheita. “A única colheita que devemos celebrar é a colheita de almas”, destacou.

O envolvimento das trevas no Dia das Bruxas já foi confirmado até mesmo por satanistas como Anton LaVey, falecido fundador da Igreja de Satã, nos Estados Unidos. “Eu fico feliz em ver que os pais cristãos deixam seus filhos adorarem o diabo, pelo menos uma noite do ano”, disse ele sobre o Halloween.

veja também