“A FIFA é mais influente do que qualquer religião", afirma o presidente da organização

"Nós movemos as massas. Nós queremos usar isso para criar mais paz, justiça e saúde no mundo", explicou o Joseph Blatter.

Fonte: Guiame, com informações de Washington PostAtualizado: sexta-feira, 27 de março de 2015 20:07
Presidente da FIFA, o suíço Joseph Blatter. (Reuters/ Leonhard Roeger)
Presidente da FIFA, o suíço Joseph Blatter. (Reuters/ Leonhard Roeger)

 

O presidente da FIFA, o suíço Joseph Blatter, deu uma declaração no mínimo modesta e desconexa em entrevista ao jornal Sonntags-Zeitung, de seu próprio país, esta semana.

"A Fifa é mais influente do que qualquer país do mundo e qualquer religião, devido às emoções positivas ela libera", disse Blatter.

"Nós movemos as massas. Nós queremos usar isso para criar mais paz, justiça e saúde no mundo", explicou o presidente.

Blatter, de 79 anos, continua a manter seu ego e modéstia durante a entrevista. "Eu acredito em Deus e acredito em mim mesmo. É por isso que eu posso cumprir os meus deveres, independentemente da idade." 

O presidente da FIFA ainda não usou seu ‘poder inigualável’ para consertar a guerra no Oriente Médio, preencher o coração vazio de tantas pessoas no mundo e atender aos pedidos mais íntimos do coração delas. Supomos que ele já está trabalhando nisso.

 

 

Siga-nos

Mais do Guiame