Governador americano convoca jejum e oração pela Covid-19: “Deus vai curar nossa terra”

O governador do estado norte-americano de Louisiana, John Bel Edwards, pediu que a população fizesse 3 dias de jejum e oração na luta contra a Covid-19.

fonte: Guiame, com informações da CBN News

Atualizado: Segunda-feira, 20 Julho de 2020 as 1:40

John Bel Edwards, governador do estado de Louisiana, nos EUA, convocou 3 dias de jejum e oração. (Foto: Joe Raedle/Getty Images)
John Bel Edwards, governador do estado de Louisiana, nos EUA, convocou 3 dias de jejum e oração. (Foto: Joe Raedle/Getty Images)

O governador do estado norte-americano de Louisiana, John Bel Edwards, convocou 3 dias de jejum e oração na luta contra a Covid-19. Com mais de 3,9 milhões de casos e 143 mil mortes, os Estados Unidos são o país mais atingido pela pandemia no mundo.

Durante uma coletiva de imprensa na última quinta-feira (16), Edwards pediu a população para se juntar a ele em três dias de jejum e oração, começando nesta segunda-feira (20) até quarta, 22 de julho. Ele pediu que todos se abstivessem do almoço para orar pelos infectados e famílias que perderam seus entes devido ao coronavírus.

“Eu sei que é um pouco incomum”, disse Edwards. “Esta será uma dieta espiritual e um exercício que eu, como cristão católico, acredito que é muito importante de qualquer forma”.

Edwards disse que a ideia surgiu durante uma videoconferência com pastores de todo o estado na semana passada. O governador disse que organiza encontros com líderes religiosos a cada três semanas. 

A Louisiana registra mais de 3.375 mortos pelo coronavírus e 1.400 casos ativos.

É a segunda vez em quatro meses que Edwards pede orações e jejum por pessoas afetadas pelo coronavírus. No final de março, Edwards e sua esposa observaram um dia de oração e jejum e convidaram outras pessoas a participar. 

O governador disse que o jejum e oração era para “confortar aqueles que perderam um ente querido pela Covid-19, pela recuperação completa daqueles que deram resultados positivos”, de acordo com a Catholic News Agency. “Deus vai, assim como já fez antes, curar Seu povo e nossa terra”. 

veja também