Homem é atingido por um raio e testemunha milagre: "Intervenção divina"

"Eu caí de joelhos e comecei a orar, apenas pedindo ao Senhor para receber orientação e ajuda dEle", disse a esposa de Eric, comentando sua reação ao ver que o marido estava caído no chão.

Fonte: Guiame, com informações do Christian TodayAtualizado: quinta-feira, 3 de março de 2016 15:22
Ser atingido por um raio pode ter graves consequências, como paradas cardíacas e queimaduras de 3º grau. (Foto: PixaBay)
Ser atingido por um raio pode ter graves consequências, como paradas cardíacas e queimaduras de 3º grau. (Foto: PixaBay)

Uma mulher tem afirmado que um milagre aconteceu recentemente em uma estrada na África do Sul, depois que seu marido foi diretamente atingido por um raio e "voltou à vida, pela graça de Deus".

Gwen McKechnie, a esposa do homem, disse à agência de notícias Sul-Africana 'IOL' que ela estava junto com o marido quando de repente ouviu o "ruído mais incrível".

"Quando eu olhei para onde Eric estava de pé, do outro lado do carro, vi ele se foi", disse ela.

Gwen disse que a única coisa que conseguiu fazer na hora foi pedir pela ajuda divina

"Eu caí de joelhos e comecei a orar, apenas pedindo ao Senhor para receber orientação e ajuda dEle", disse a mulher.

Enquanto ela estava tentando executar os procedimentos para o marido voltar a respirar, Gwen continuava orando. Logo em seguida, carros pararam ao redor deles e outros homens e mulheres se juntaram a ela em oração.

"E então eu não sei como, mas ele voltou", disse Gwen.

Seu marido, Eric já está completamente recuperado da experiência chocante. Ambos acreditam que o que aconteceu foi realmente um milagre e que Deus diretamente interveio para salvar Eric, ouvindo as orações de Gwen e das pessoas que vieram em seu socorro.

Quando um raio atinge uma pessoa, "coisas muito graves acontecem", segundo informou o jornal cientítico Gizmodo.

"Além da 300KV de energia fluindo através de você, a energia aquece o ar circundante para cerca de 27.760°C, causando queimaduras de terceiro grau. Ele também pode criar marcas de queimaduras de relâmpagos em forma de parafuso, que são causadas ​​pelo rebentamento de vasos sanguíneos. O calor e a força podem chamuscar e rasgar as roupas, além de jogar as pessoas para longe e tirá-las de seus sapatos", diz o canal de notícias.

Mais que queimaduras, um raio também atua como um "fibrilador maciço, causando distúrbios no ritmo elétrico do coração e levando à parada cardíaca", além de "estourar os vasos sanguíneos e danificar os músculos cardíacos", acrescentou o canal.

Em média, os relâmpagos são fatais para cerca de 10% das pessoas que são atingidas. As 90% restantes sobrevivem, no entanto, muitas vezes sofrem com uma variedade de sequelas a longo prazo.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições