Homem leva a mãe a Cristo 15 anos depois de tentar abortá-lo

Greg Stier evangelizou sua mãe desde os 11 anos. Hoje ele treina adolescentes para fazerem o mesmo pelo mundo.

fonte: Guiame, com informações do Charisma News

Atualizado: Segunda-feira, 22 Abril de 2019 as 11:06

Greg Stier evangelizou sua mãe desde os 11 anos e hoje treina adolescentes para o evangelismo. (Foto: Reprodução/YouTube)
Greg Stier evangelizou sua mãe desde os 11 anos e hoje treina adolescentes para o evangelismo. (Foto: Reprodução/YouTube)

O amor cobre uma multidão de pecados. O texto bíblico de 1 Pedro 4:8 resume a história de Greg Stier, que foi rejeitado por sua mãe, mas levou a ela a mensagem do perdão de Cristo quando era apenas um garoto de 15 anos.

Greg foi criado em Denver, nos Estados Unidos, por uma mãe solteira em um lar problemático. Muitos de seus tios eram criminosos e ele nunca conheceu seu pai biológico. No entanto, tudo começou a mudar depois que um de seus tios mais difíceis se converteu ao cristianismo.

“Eu vi a transformação total da minha família pelo poder do Evangelho”, contou Greg a Ken Harrison, presidente da organização Promise Keepers.

Mesmo sendo uma criança, Greg ficou convicto de que iria passar o resto de sua vida incentivando as pessoas a compartilharem as Boas Novas de Cristo. “Acho que, muitas vezes, subestimamos o poder do Evangelho para mudar nossas vidas, mudar comunidades, mudar essa nação e mudar o mundo”, observa.

Seu primeiro alvo foi sua própria mãe. Quando ela descobriu que estava grávida, ela foi até Boston para fazer um aborto ilegal, mas foi impedida pelos pais. “Nós sabemos que você está grávida. Volte, tenha essa criança e nós vamos te ajudar a criá-lo”, disseram os avós de Greg, na época.

“Eu não sabia por que, quando era criança, mas muitas vezes minha mãe olhava para mim e começava a chorar. Minha avó me disse anos depois que minha mãe se sentia culpada. ‘Toda vez que ela via você, ela pensava na tentativa de aborto’, ela me disse”, conta Greg.


Greg Stier em formatura ao lado de sua mãe. (Foto: Arquivo pessoal)

Desde os 11 anos de idade, Greg passou a falar sobre Jesus para sua mãe. O evangelismo aconteceu até os 15 anos. “Minha mãe sempre dizia: ‘Sou pecadora demais. Já fiz muitas coisas erradas’. Eu dizia: ‘Mãe, isso não importa. Jesus morreu na cruz’”, lembra.

“Quando eu tinha 15 anos, me sentei à mesa da cozinha e disse: ‘Mãe, estou cansado disso. Você precisa conhecer a Cristo’. Minha mãe disse: ‘Quer dizer que Jesus morreu por mim na cruz e pagou o preço por todos os meus pecados — mesmo os ruins?’. Eu respondi: ‘Sim, mãe, são todos ruins e Jesus pagou o preço de todos eles’. Ela deu uma tragada no cigarro e disse: ‘Eu acredito’. Ela colocou sua fé em Cristo naquele momento”, celebra.

Depois de suas experiências em sua própria casa, Greg Stier fundou a organização Dare 2 Share, que mobiliza adolescentes para alcançarem as pessoas à sua volta para Cristo.

veja também