Homem que escalou prédio para salvar criança diz que foi “ajudado por Deus”

Um imigrante do Mali subiu no 4° andar de um prédio para evitar a queda de um menino, em Paris.

Fonte: Guiame, com informações de BBCAtualizado: terça-feira, 29 de maio de 2018 18:15

Um imigrante malinês de 22 anos foi aclamado como herói depois de escalar quatro andares de um prédio para salvar um menino que estava pendurado na sacada, no 18° distrito de Paris.

Mamoudou Gassama estava passando em frente ao edifício no último sábado (26) quando se deparou com o menino de 4 anos na sacada do prédio. Em um encontro nesta segunda-feira (28) com o presidente da França, Emmanuel Macron, no Palácio do Eliseu, ele explicou que sua reação foi agir.

“Eu simplesmente não tive tempo para pensar, eu corri para o outro lado da rua para salvá-lo”, contou Gassama ao presidente. “Eu apenas subi e, graças a Deus, Deus me ajudou. Quanto mais eu subia, mais eu tinha coragem de subir mais alto”.

Quando os bombeiros chegaram no local, descobriram que a criança já havia sido resgatada. “Felizmente, havia alguém fisicamente apto e que teve coragem de ir buscar o menino”, disse um porta-voz.


Presidente francês Emmanuel Macron encontrou o malinês Mamoudou Gassama. (Foto: Thibault Camus/Reuters)

Autoridades locais citadas pela mídia francesa disseram que o pai havia saído de casa para fazer compras e, na saída do supermercado resolveu brincar com o jogo Pokémon Go. O pai cuida do menino enquanto a mãe vive na ilha francesa de Reunião.

Gassama chegou à França em setembro do ano passado, depois de uma arriscada viagem de barco pelo Mar Mediterrâneo. Por causa de seu ato de coragem, ele recebeu a cidadania francesa e um emprego no Corpo de Bombeiros.

A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, também elogiou o heroísmo do jovem e o chamou de “Homem-Aranha do 18°”, se referindo ao distrito onde o resgate aconteceu.

A coragem de Gassama também foi reconhecida pelo pastor Franklin Graham nesta segunda-feira (28). “Mamoudou Gassama é um herói! E depois que acabou, Mamoudou, que é um imigrante do Mali, deu a Deus o crédito”, observa.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições