Homem que estava prestes a amputar a perna é curado após orações: "Não deixei de crer"

Arlindo Xavier teve a perna tomada por bactérias, mas se recuperou milagrosamente através de sua fé.

fonte: Guiame, com informações de Universal

Atualizado: Sexta-feira, 20 Outubro de 2017 as 4:19

Arlindo Xavier ao lado de sua esposa, Marcela, que enfrentou os momentos difíceis ao seu lado. (Foto: Arthur Xavier)
Arlindo Xavier ao lado de sua esposa, Marcela, que enfrentou os momentos difíceis ao seu lado. (Foto: Arthur Xavier)

Depois de fazer uma cirurgia para tratar varizes na perna, o eletricista Arlindo Xavier, de 49 anos, enfrentou os dias mais difíceis de sua vida.

Dois dias após o procedimento, Arlindo notou um inchaço em sua perna e passou a sentir febre, dificuldade para respirar e muita dor. Quando foi levado de volta ao hospital, ele teve que ser internado com embolia pulmonar.

“Fiquei três dias com dores insuportáveis. A minha pele parecia que estava rasgando, sentia como se os meus ossos estivessem triturados. Foi descartada a embolia pulmonar e os médicos não sabiam a causa de tanto sofrimento”, contou Arlindo ao site Universal.

Depois de três dias internado, Arlindo adquiriu três tipos de bactérias hospitalares e descobriu que uma delas provocava um alto índice de mortalidade.

“Minha esposa foi chamada pela equipe médica, que a informou da necessidade de cirurgia, pois a bactéria estava se alastrando para todo o corpo. O médico disse que eu tinha menos de 10% de chance de sobreviver. Foi pedido que a família fosse comunicada, porque não existia garantia do meu retorno com vida. Eu estava condenado à morte”, lembrou o eletricista.

Com músculos e nervos sendo corroídos pelas bactérias, Arlindo foi transferido para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) onde estava sendo tratado com morfina, por conta das dores intensas.

Para impedir o avanço das bactérias, os médicos colocaram 18 drenos no corpo de Arlindo. No entanto, devido à gravidade de sua situação, os profissionais chegaram à conclusão de que amputar a perna seria a única solução.

Mudança

O diagnóstico dos médicos poderia abalar a fé de Arlindo, mas ele confiou em Deus e teve a certeza de que o seu corpo seria restaurado. Sua esposa, Marcela Xavier, começou a interceder pela cura do marido na igreja e se uniu a ele em oração.

O quadro de saúde de Arlindo começou a progredir, contrariando o que os médicos haviam dito. “Eu tinha certeza que venceria aquela situação. O meu Senhor me resgatou da UTI onde eu estava condenado. Nos apegamos ainda mais a Deus e às orações”, disse ele.

A perna de Arlindo ainda estava com uma ferida grande e aberta, apresentando o risco de ter novas infecções. Mas com a ajuda de novos especialistas, ele recebeu um enxerto na perna e se recuperou aos poucos.

Arlindo recebeu alta depois de 74 dias internado. “Às vezes, algumas situações difíceis de entender acontecem na nossa vida, mas Deus sempre esteve e está comigo, nos momentos bons e ruins. Em nenhum momento eu e minha esposa deixamos de crer ou questionamos os motivos Dele.”

veja também