Homem sobrevive a cinco dias preso em destroços: “Deus estava lá”

José Velázquez ficou preso aos destroços do carro depois de uma grave colisão, mas acredita que sobreviveu porque Deus esteve presente.

fonte: Guiame, com informações do ABC13

Atualizado: Quinta-feira, 1 Agosto de 2019 as 11:45

José Velázquez sobreviveu cinco dias na mata depois de bater seu carro. (Foto: ABC13)
José Velázquez sobreviveu cinco dias na mata depois de bater seu carro. (Foto: ABC13)

No final do mês passado, José Velázquez sobreviveu cinco dias na mata depois de bater seu carro no condado de Montgomery, no Texas (EUA). Hoje, se recuperando do trauma, ele acredita que só está vivo porque Deus esteve presente.

“Deus estava lá”, disse à emissora ABC13. “Eu sinceramente acho que quando você é colocado em uma situação em que sua vida está em risco, seus instintos de sobrevivência entram em ação, porque eu não sou uma pessoa que costuma estar ao ar livre”.

Velázquez não se lembra de nada do acidente, apenas do momento em que acordou e tentou se levantar. Ele então percebeu que estava muito machucado. “Eu me lembro de acordar e ficar confuso”, conta.

Ele ficou debaixo dos destroços do veículo por quase uma semana, bebendo água da chuva. No quarto dia, ele começou a perder a esperança de ser encontrado vivo. 

“Eu ouvi pessoas conversando à distância — eu não sabia que era minha família, que estava procurando por mim”, ele lembrou. “Eles simplesmente foram na direção oposta de onde eu estava”.

Velázquez também lembrou ter a sensação de que sua esperança estava morrendo. “Eu me lembro de me inclinar para trás, olhar para o céu e dizer: ‘Se o Senhor vai me levar, me leve agora. Eu não quero mais ficar aqui’ e adormeci”, disse ele. 

Equipes de resgate finalmente o encontraram no dia seguinte, depois de rastrear seu celular. “Ouvi alguém de trás do carro dizer alguma coisa ou gritar alguma coisa, e eu gritei: ‘Socorro, estou aqui’ e disseram: ‘Eu ouço você’”.

“Quando soube que estava em segurança, acabei desmaiando. Me lembro de acordar quando estava sendo carregado, mas tudo na minha cabeça estava em câmera lenta”, acrescentou.

Velazquez sofreu fraturas no fêmur, costelas, nariz, vértebras e teve um colapso pulmonar. Mas, felizmente, ele ficará bem. Ele espera voltar a andar em janeiro, quando ele se casar. 

veja também