Jogador diz que time o inspirou a se entregar a Cristo: “Sempre me incentivaram”

Zach Ertz, que atua no time campeão do Super Bowl, afirma que o esporte é uma plataforma para o discipulado.

fonte: Guiame, com informações de Relevant

Atualizado: Quarta-feira, 7 Fevereiro de 2018 as 12:33

Zach Ertz atua como tight end no time campeão do Super Bowl, Philadelphia Eagles. (Foto: Matthew Emmons/USA Today Sports)
Zach Ertz atua como tight end no time campeão do Super Bowl, Philadelphia Eagles. (Foto: Matthew Emmons/USA Today Sports)

No time campeão do Super Bowl, Philadelphia Eagles, o discipulado e o ensino da mensagem do Evangelho são levados a sério por grande parte dos jogadores de futebol americano.

O tight end Zach Ertz, uma das estrelas do Eagles, afirmou que sua fé cristã foi fortalecida através do esporte. Seu relato foi exibido na série “Football Sunday”, da rede de televisão Spectrum Sports.

“Nosso objetivo número um na Terra é fazer discípulos. Esse é o único trabalho que queremos fazer. Portanto, [o futebol] é uma plataforma que temos para atrair as pessoas à Palavra, a Jesus”, disse o atleta.

Ertz lembra que era uma pessoa frágil, devido a seu distanciamento de Deus. “Eu sempre conheci Jesus, mas eu não tinha o relacionamento que eu tenho agora. No ano passado eu estava enfrentando algumas coisas. Eu ficaria muito forte se eu tivesse um grande jogo e muito fraco se eu tivesse um mau jogo”, lembra.

“Eu via caras no vestiário — Carson Wentz, Trey Burton, Jordan Hicks, Jordan Mathews — que sempre permaneceram equilibrados. Eu tinha inveja deles e eles sempre me incentivaram a fortalecer a minha fé”, confessa Ertz.

O atleta foi batizado fora da última temporada na Califórnia, antes de seu casamento. “Em março do ano passado foi quando eu realmente entreguei a minha vida [a Jesus], e foi a melhor coisa que já aconteceu”, afirma.

Em meio a sua experiência agitada no Super Bowl, Ertz observa que permaneceu focado em sua fé. “As sementes foram semeadas há muito tempo. Eu consegui me preparar para esta semana, porque eu estive na Palavra no ano passado e tive companheiros que me incentivaram todos os dias. Nós nunca vamos deixar o outro deslizar”.

veja também