Jovem supera deficiência ao ser batizado por imersão: “Deus veio a mim”

Fisioterapeutas e pastor ajudam no batismo de Alex feito em piscina de terapia aquática.

fonte: Guiame, com informações do Premier Christian

Atualizado: Quarta-feira, 6 Março de 2019 as 9:16

Alex Smith na piscina após o seu batismo nas águas. (Foto: Reprodução/Premier)
Alex Smith na piscina após o seu batismo nas águas. (Foto: Reprodução/Premier)

Alex Smith, tem 19 anos e sofre com atrofia muscular espinhal, uma condição genética que enfraquece seus músculos e causa problemas de movimento. Estudante de esportes no National Star College, escola para jovens com deficiências complexas e dificuldades de aprendizagem, ele queria ser batizado nas águas por imersão.

Devido à sua deficiência, atender o desejo de Alex era um desafio, pois ele precisava de apoio para ser tirado de sua cadeira de rodas elétrica para ser colocado dentro de uma piscina. Seria necessário o suporte de uma grua com um especialista para que a cadeira fosse imersa na piscina.

“Muitas vezes, se uma pessoa com deficiências deseja ser batizada, a única maneira de fazer isso é cobrir a cadeira de rodas com proteção de plástico e derramar água sobre a cabeça”, disse Polly White, fisioterapeuta e assistente de apoio da National Star.

“Mas as cadeiras de rodas são caras e Alex queria ser imerso na água”, explicou.

Ollie Bennett, pastor da Kingfisher Church em Gloucester, onde o jovem congrega, realizou o batismo e admite que foi o primeiro que ele já havia feito em uma piscina de terapia aquática.

“Alex estava determinado a ser batizado na água e foi um verdadeiro privilégio fazer parte deste serviço especial”, disse o pastor.

O batismo, que aconteceu no domingo (03) na piscina de terapia aquática da instituição onde o jovem estuda, contou com a ajuda da equipe de fisioterapeutas da National Star e foi assistido pelos familiares e amigos de Alex.

Ao lado da piscina, Alex leu um discurso que escreveu antes do batismo.

“Deus veio a mim em minha hora de necessidade quando me sentia chatado e não conseguia me expressar de uma maneira apropriada”, disse ele.

“Adoro ir à igreja, pois é a minha parte favorita da semana. Estou muito empolgado com o meu batismo”, concluiu.

As fisioterapeutas Polly White e Hattie Neave ajudaram Alex a entrar na piscina e o apoiaram durante o batismo.

veja também