Pais perdoam motorista bêbado que matou seu filho em frente à igreja: “É o que pregamos”

Arthur, de 3 anos, foi atingido por um motorista bêbado na porta da igreja onde os pais são pastores, em Goiás.

Fonte: Guiame, com informações do G1Atualizado: terça-feira, 3 de novembro de 2020 14:18
Arthur da Conceição Soares Ferreira foi morto após ser atropelado em Senador Canedo Goiás. (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Arthur da Conceição Soares Ferreira foi morto após ser atropelado em Senador Canedo Goiás. (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

O pequeno Arthur da Conceição Soares Ferreira, de 3 anos, foi morto após ser atropelado por um carro na noite de sexta-feira (31). O menino foi atingido por um motorista bêbado enquanto estava sentado em um banco na porta da igreja onde os pais são pastores, em Senador Canedo, na Região Metropolitana de Goiânia.

O motorista, identificado como Rainer Campos Correia, de 28 anos, foi preso em flagrante e usava tornozeleira eletrônica por outro crime. O Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) converteu a prisão em flagrante em preventiva e mantém o suspeito detido.

Apesar da dor de perder o filho, o pai de Arthur, o pastor Stannylo Soares Ferreira, disse que perdoa o motorista.

“O sentimento meu é de perdão por esse rapaz que fez isso com meu filho. Eu sei que a justiça humana requer dele que ele pague o que ele fez aqui na terra. De acordo com a justiça dos homens, ele vai ter que pagar”, disse Stannylo ao G1.

“Mas o que a Bíblia ensina é que eu devo perdoá-lo. É isso que nós pregamos na nossa igreja, o perdão. Se eu tivesse a oportunidade de chegar até ele, eu liberaria o perdão a ele pelo que ele fez”, o pastor acrescentou.

A mãe de Arthur, Alcione Soares Ferreira, concorda com o marido. Ela lembra te ter encontrado o filho “todo quebrado”, mas espera que o motorista “se arrependa” do que fez.

“Agora não tem mais jeito. Ele viu o estado que eu peguei meu filho, ele olhou para ele, meu filho todo quebrado, sangrando. Que ele possa refletir e pensar no que ele fez, se arrepender, talvez ele tenha filho também e se coloque no nosso lugar”, disse a mãe.

Alcione estava na igreja quando Arthur foi atropelado e foi a primeira a socorrer o filho. O menino, que foi prensado contra o muro, chegou a ser levado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.


Criança morre após ser atropelada em Senador Canedo. (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Segundo o Corpo de Bombeiros, outras cinco pessoas foram atingidas. Uma adolescente chegou a ser levada para Unidade de Pronto Atendimento de Senador Canedo, mas teve apenas ferimentos leves.

A juíza Christiane Gomes Falcão Wayne decidiu no domingo (1º) manter Rainer preso. Ela indicou que a embriaguez foi confirmada por laudo de Exame de Corpo de Delito.

Rainer foi levado ao posto policial da GO-020 logo após o acidente, para ser submetido ao teste do bafômetro. Ele, no entanto, se recusou a fazê-lo. Os policiais então encaminharam o motorista para a delegacia de Senador Canedo, onde foi autuado em flagrante por causar o acidente.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições