Pastores de Paracatu se unem em culto na igreja onde fiéis foram assassinados

Igreja Batista Shalom foi invadida por atirador que matou quatro pessoas, incluindo o pai do pastor.

fonte: Guiame, com informações do Paracatu News

Atualizado: Quinta-feira, 30 Maio de 2019 as 9:32

Pastores se unem em culto na Igreja de Paracatu onde fiéis foram assassinados recebe culto de oração. (Foto: Reprodução/Zé Luiz)
Pastores se unem em culto na Igreja de Paracatu onde fiéis foram assassinados recebe culto de oração. (Foto: Reprodução/Zé Luiz)

Pastores da cidade de Paracatu (MG) se uniram para realizar um culto na noite de terça-feira (28) na Igreja Batista Shalom, onde um atirador matou três pessoas após ter assassinado a ex-namorada que estava na casa de parentes. A tragédia aconteceu uma semana antes, no dia 21 de maio.

A iniciativa do Comep - Conselho de Ministros Evangélicos de Paracatu reuniu, além dos pastores, centenas de cristãos de várias denominações da cidade que oraram e abraçaram os irmãos da Igreja Batista.

O pastor Gleucides Porfirio de Araujo, membro do Comep, confortou os presentes: “A Bíblia diz que devemos alegrar com os que se alegram e chorar com os que choram. Viemos aqui somente para isso nesta noite, para carregarmos esse fardo juntos”.

Durante sua mensagem, o pastor disse que “estamos aqui para lutarmos e seguirmos juntos. Estamos com vocês, sempre estivemos, e vamos continuar unidos em Cristo”.

Culto na Igreja Batista Shalom, em Paracatu. (Reprodução/Zé Luiz)

Presidente do Conselho, o pastor Giovani Batista também fez uso da palavra: “Em nome do Comep queremos confortar e cobrir os nossos irmãos da Batista Shalom com nossas orações e nosso amor. Aqui hoje só tem uma igreja, um só povo, um só rebanho, a Igreja de Cristo. Como Igreja declaramos benção sobre o pastor Evandro Rama e sua família. Sobre sua igreja e sobre todos os paracatuenses”.

O pastor Giovani finalizou sua mensagem dizendo que “Deus vai trazer um avivamento sobre a nossa cidade. Profetizamos esperança, paz e amor sobre Paracatu”.

Ele informou que na Marcha para Jesus, que acontece no sábado (1º/06) será feita uma oração intercessória pela paz da cidade.

veja também