Príncipe William é reconhecido por trabalho social com instituição cristã

A Passagem é uma organização que já ajudou mais de 130 mil pessoas em crise ao longo de quase 40 anos.

fonte: Guiame, com informações do Premier Christian

Atualizado: Quarta-feira, 13 Fevereiro de 2019 as 4:46

Príncipe William prepara almoço na instituição A Passagem, que apoia sem-teto em Londres. (Foto: Divulgação/Premier)
Príncipe William prepara almoço na instituição A Passagem, que apoia sem-teto em Londres. (Foto: Divulgação/Premier)

O Príncipe William, segundo sucessor ao trono da Inglaterra, tornou-se a figura central da instituição A Passagem (The Passage), uma organização que ajudou mais de 130.000 pessoas em crise ao longo de quase 40 anos, através do seu centro de recursos, projetos de prevenção dos sem-abrigo e serviços de alojamento.

William e o irmão mais novo Harry visitaram a instituição pela primeira vez levado por sua mãe Diana, em dezembro de 1993. Depois disso, o príncipe fez inúmeras viagens públicas e privadas para a organização.

O chefe da Igreja da Inglaterra e do País de Gales, Vincent Nichols saudou o anúncio antes da visita do Príncipe William em Westminster.

“Eu sei que o duque está profundamente comprometido em trabalhar com os mais necessitados, como as milhares de pessoas que a Passagem ajudou nas ruas”, disse.

Ele continuou: “É crucial que todos em nossa sociedade, especialmente os mais pobres, sejam tratados com respeito, dignidade e gentileza, e tenham as oportunidades de realizar seu potencial na vida; esse anúncio é um símbolo tangível desse compromisso”.

William visitou a instituição pela última vez com a esposa Kate no período que antecedeu o Natal, quando ele falou contra os efeitos das drogas depois de ouvir sobre a devastação que provocou na vida dos desabrigados.

Ele disse a Mick Clarke, diretor-executivo da The Passage: “O fato de que era legal e que os jovens foram autorizados a levá-lo e isso leva ao vício é simplesmente terrível”.

A droga sintética é vista como o maior desafio que a instituição enfrenta, pois é barata, prontamente disponível e pode exacerbar problemas existentes como a saúde mental precária.

Reconhecimento

Após o anúncio da participação de William na instituição, a Mick Clarke disse: “Durante as visitas de Sua Alteza Real à Passagem, ficou muito claro que ele tem uma profunda preocupação com as pessoas afetadas pela falta de moradia e um interesse real em nosso trabalho”.

Ele disse ainda que “Sua Alteza Real expressar seu apoio ao trabalho da Passagem, tornando-se nosso patrono real, é uma tremenda honra e um testemunho do quanto ele se importa genuinamente com essa questão”.

William este na de caridade para desabrigados, onde serviu o almoço para seus abrigados. Ele brincou que estava sendo avaliado para um emprego.

 

Vestindo um avental, William ajudou a preparar o almoço e serviu espaguete à bolonhesa para homens e mulheres que pacientemente esperavam o almoço grátis feito por funcionários e voluntários.

veja também