TB Joshua aconselha presidenciáveis da Libéria: “Vocês não podem subornar Deus”

O candidato a presidente da Libéria, George Weah, foi recebido pelo pastor TB Joshua em sua igreja no último domingo (22), em Lagos, na Nigéria.

fonte: Guiame

Atualizado: Quarta-feira, 25 Outubro de 2017 as 5:05

O candidato a presidente foi recebido pelo pastor TB Joshua em sua igreja. (Foto: Reprodução/Facebook/TB Joshua Ministries)
O candidato a presidente foi recebido pelo pastor TB Joshua em sua igreja. (Foto: Reprodução/Facebook/TB Joshua Ministries)

O candidato a presidente da Libéria e um dos melhores jogadores de futebol do mundo, George Weah, participou de um culto na sinagoga Igreja de Todas as Nações (SCOAN) no último domingo (22), em Lagos, na Nigéria.

Weah, que venceu o primeiro turno das eleições em seu país, foi até a igreja liderada pelo pastor africano TB Joshua para “buscar a face de Deus” para sua nação. Ele se tornou conhecido principalmente por sua passagem no Milan, onde foi eleito o melhor jogador do mundo pela FIFA em 1995 e recebeu a Bola de Ouro.

Durante seu sermão, Joshua recebeu o político calorosamente e dirigiu parte de sua mensagem à ele. “Meu irmão está aqui hoje porque ama seu país e quer a escolha de Deus para seu país. Ele não está aqui para impor a si mesmo”, disse ele, conforme vídeo replicado pelo canal Emmanuel TV.

O pastor observou que não favorece lado algum do espectro político, mas tem como papel orar pela vontade de Deus na Libéria. “A escolha de Deus é nossa escolha. Não podemos orar contra a vontade de Deus”, Joshua destacou.

Joshua, que é conhecido pela neutralidade política, incentivou Weah e seu concorrente à vice-presidência da Libéria, Joseph Boakai, a buscarem o conselho de Deus. “A opinião de Deus é o que devemos procurar em nosso país. Deus é a resposta final”.


O candidato a presidente foi recebido pelo pastor TB Joshua em sua igreja. (Foto: Reprodução/Facebook/TB Joshua Ministries)

“Vocês não podem subornar Deus, Ele não é um homem”, acrescentou o pastor. “O melhor lugar para estar é junto com as pessoas que Deus deu a graça de serem [seus porta-vozes]. Os conheça e as deixe dizer qual é a saída, a próxima coisa a fazer”.

Também estava presente no culto o senador Yormie Johnson, ex-líder rebelde que assassinou o presidente Samuel Doe na Primeira Guerra Civil da Libéria. O pastor Joshua foi instrumento na conversão de Johnson ao cristianismo e mediou sua reconciliação com a família do falecido presidente liberiano.

O segundo turno das eleições presidenciais que irá definir o cargo entre Weah e Boakai está programado para 7 de novembro de 2017.

veja também