Trump cita oração histórica na Inglaterra: "Tua vontade será feita, Deus todo poderoso"

Trump leu um trecho da oração feita pelo ex-presidente, Franklin Roosevelt, no dia da batalha histórica contra os nazistas, conhecido como 'Dia D'.

fonte: Guiame, com informações da CBN News

Atualizado: Quarta-feira, 5 Junho de 2019 as 11:03

Em solenidade realizada em memória do Dia D, Donald Trump leu um trecho da oração histórica, feita pelo ex-presidente americano, Franklin Roosevelt, pouco antes dos soltados entrarem em combate contra os nazistas. (Foto: Reprodução/9 News)
Em solenidade realizada em memória do Dia D, Donald Trump leu um trecho da oração histórica, feita pelo ex-presidente americano, Franklin Roosevelt, pouco antes dos soltados entrarem em combate contra os nazistas. (Foto: Reprodução/9 News)

Nesta quarta-feira (5), o presidente dos EUA, Donald Trump, está comemorando o 75º aniversário do "Dia D", juntando-se a numerosos líderes mundiais em uma solenidade realizada em Portsmouth, na Inglaterra.

O Dia D foi um ponto-chave de lançamento para as forças aliadas que partiram da Inglaterra para invadir as praias da Normandia, na França, para ajudar a combater os ocupantes nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. Foi um momento decisivo e um dia de grande sacrifício pelas tropas dos EUA.

Durante uma cerimônia especial, o Presidente Trump leu a famosa 'oração do Dia D', feita pelo Presidente Franklin Delano Roosevelt, que ele leu para toda a nação em 6 de junho de 1944.

Trump leu um trecho da oração feita pelo ex-presidente, que diz:

"Deus todo poderoso. Nossos filhos, orgulhosos de nossa nação, neste dia se depararam com um grande esforço. Uma luta para preservar nossa república, nossa religião e nossa civilização e libertar uma humanidade sofredora. Eles precisarão de Tuas bênçãos para vencer o inimigo. Ele pode revidar contra nossas forças, mas vamos sempre reagir e sabemos que por Tua graça e pela justiça de nossa causa, nossos filhos triunfarão. Alguns nunca retornarão. Abrace estes Pai e os receba os Teus heróicos servos no Teu reino, ó Senhor. E dá-nos a fé. Dá-nos fé em Ti, fé em nossos filhos, fé uns nos outros e fé em nossa cruzada unida. Seja feita a tua vontade, Deus todo poderoso".

Foi uma cerimônia pacífica, dando início a dois dias de celebração em memória do Dia D.

Líderes representando países aliados comparaceram ao evento. Entre eles, EUA, Canadá, Austrália, Bélgica, República Tcheca, Eslováquia, Luxemburgo, Dinamarca, França, Grécia, Holanda, Nova Zelândia, Noruega e Polônia.

Outros líderes do evento, incluindo a rainha Elizabeth II, a primeira-ministra britânica Theresa May e o presidente francês Emmanuel Macron também estiveram na solenidade. Na próxima quinta-feira, outras celebrações se realizarão na França.

O Dia D envolveu mais de 150.000 soldados aliados, que encheram as praias da Normandia, no noroeste da França, no dia 6 de junho de 1944. Eles chegaram pelo mar, levados por 7.000 barcos, e travaram uma batalha denominada "Operação Overlord".

 

veja também