“Trump é mais orientado por pastores do que qualquer presidente dos EUA”, diz evangelista

O televangelista Jim Bakker afirma que o presidente dos EUA, Donald Trump, conta com o aconselhamento de pastores no governo.

fonte: Guiame, com informações da CNS News

Atualizado: Quarta-feira, 27 Fevereiro de 2019 as 12:14

Líderes religiosos oram pelo presidente dos EUA, Donald Trump, no Salão Oval da Casa Branca. (Foto: Reuters/Kevin Lamarque)
Líderes religiosos oram pelo presidente dos EUA, Donald Trump, no Salão Oval da Casa Branca. (Foto: Reuters/Kevin Lamarque)

De acordo com o televangelista americano Jim Bakker, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, é o governante da nação que mais tem aberto as portas para ser aconselhado por pastores.

Em seu programa de TV, Bakker revelou que há um grupo de pastores chamado “Daniel Company”, que aconselham e oram pelo presidente a fim de prepará-lo para lidar com os desafios do governo. Dentro do grupo há líderes como o vice-presidente dos EUA, Mike Pence e a secretária de imprensa da Casa Branca, Sarah Sanders.

“[Trump] não é perfeito, nenhum de nós é perfeito”, disse o evangelista na edição da última sexta-feira (22). “Mas ele está sendo ensinado e orientado e recebendo orações mais do que provavelmente qualquer presidente da história dos Estados Unidos”.

“Ele honra a Deus. Ele deixa os pregadores entrarem e colocarem as mãos sobre ele no Salão Oval”, acrescentou Bakker. “Quando ele voa, tem pastores com ele. Quando ele está na Casa Branca, tem pastores com ele. Eu conheço pessoas que o levaram a Cristo. Ele aceitou Jesus tantas vezes que, se for contar, o número é grande”.

Falando sobre o Daniel Company, o pastor observou: “Esta é provavelmente uma das razões pelas quais há milagres saindo da Casa Branca e por que há um milagre na América”.

O programa também exibiu o vídeo de um discurso de Trump no Estado da União, no início do mês, no qual afirmou: "Todas as crianças, nascidas e não nascidas, são feitas à imagem sagrada de Deus”.

“Você percebe quanta força — e nós chamamos isso de coragem — é preciso para dizer o que aquele homem acabou de dizer? Os presidentes não falam mais assim porque têm que agradar a todos. Mas ele quer agradar a Deus”, comentou Bakker. “É por isso que o mundo o odeia”.

veja também